quarta-feira, 11 de Janeiro de 2012 18:08h Atualizado em 12 de Janeiro de 2012 às 15:28h. Luciano Eurides

Guarani anuncia valor de ingresso para a estreia

O Guarani de Divinópolis está na cidade de Guaratinguetá onde se prepara para a estreia do Campeonato Mineiro. A primeira partida do Bugre será contra o Vila Nova e o presidente Edilson de Oliveira confirmou a situação do estádio e os valores do ingresso. Dentyro de campo o time fará um jogo treino contra o Santos, no dia 18 de janeiro, às 15h30, no CT Rei Pelé com portões fechados.
O Guarani irá colocar força máxima, ou seja, Luisinho, Léo Medeiros e Marinho que não participaram do jogo frente o Guaratinguetá deverão estar em campo. Já o Santos com jogadores reservas, que se reapresentaram ao clube na última segunda-feira. Esta equipe reserva deverá estrear no Paulista contra o XV de Piracicaba, dia 21.
A reapresentação dos titulares do Santos, apenas no dia 19 se deve ao fato deles terem disputado o Mundial de Clubes. Eles devem ser mais utilizados durante a disputa da Libertadores, priorizando o torneio continental.
Os jogadores do Bugre continuam treinando em dois períodos no CT da Manthiqueira. No dia 20 haverá um novo amistoso contra o São José e ainda um novo compromisso poderá ser marcado, contra o Palmeiras ou mesmo o São Paulo. O Fabrício está fora de qualquer possibilidade de acertar com o Guarani de Divinópolis, vai jogar para outro clube. A situação do Wendell (Atlético MG), que treina a parte pode ser um novo reforço para o time da cidade de Divinópolis. Com relação a Paulinho Dias não houve evolução.
Com relação aos laudos para a estreia no campeonato o presidente Edilson de Oliveira disse que se adiantou e já repassou toda a documentação pedida pela Federação Mineira de Futebol (FMF). “O Guarani está tranquilo com relação a estádio, tudo aprovado, não tem problema nenhum e nem mesmo as chuvas irão atrapalhar o Guarani, iremos dia 29 com o campo um tapete, arrumadinho e um time bom para começarmos bem o campeonato”, disse o presidente.
A capacidade do estádio é de 4.080 torcedores. A Federação quer uma ampliação mesmo que para 5.000 pessoas. “Me fizeram  a solicitação para cinco mil, e este depende do engenheiro responsável, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e estamos aguardando o fim desse período muito chuvoso para providenciarmos este novo laudo e ele deve ser utilizado no jogo contra o Atlético Mineiro”, explicou.
Este ano não haverá venda de passaportes e apenas a antecipação do ingresso que deverá ter preço fixo em R$25,00 módulo I e II e a arquibancada por R$ 20,00. “com a experiência descobrimos que   passaporte não é uma boa para o Guarani. Seria se vendesse mil passaportes e uma semana e assim arrecadasse o dinheiro de uma vez, isso não acontece, o dinheiro entra de forma morosa e não vale a pena.  Vamos trabalhar com venda de ingressos, antecipados com venda na sexta-feira e também no dia de jogo, no Farião. Preços estão definidos e os ingressos já estão definidos. Iremos trabalhar com R$25,00 e R$20,00 para todos os jogos, com exceção do jogo contra o Atlético Mineiro, certamente será outro valor”, definiu .
Já com relação a patrocinadores há uma dificuldade no mercado divinopolitano. O Guarani precisa de receita e de patrocínio. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.