terça-feira, 1 de Novembro de 2011 13:55h Atualizado em 1 de Novembro de 2011 às 13:57h. Luciano Eurides

Guarani arranca empate em Varginha

O Guarani foi à cidade de Varginha, onde enfrentou o Boa Esporte e empatou em 1x1. O resultado não era o esperado pela equipe bugrina e poderia ter sido muito diferente. O time de Divinópolis voltou a falhar no sistema defensivo e deixou escapar a vitória. Já a Coruja encontrou o goleiro Thiago Régis em uma excelente atuação, o melhor em campo.


A partida válida pela Taça Minas acabou não sendo ruim para nenhuma das equipes. Com o resultado o Boa segue líder do Campeonato com 14 pontos, três a mais que o vice-líder, o Guarani. O time voltou a falhar, e deixou claro ser o setor esquerdo um problema ainda não solucionado. Pela ala já passaram Diogo, Iago e parecia ter sido solucionado com Junior, mas a falha na marcação voltou a ocorrer. No primeiro tempo o Boa com um bom volume de jogo e o Bugre posicionado no contra ataque e foi assim que surgiram as melhores jogadas. Rafael dentro da área poderia ter feito o gol do Guarani, mas o goleiro Luiz Fernando deu um carrinho, tirou a bola e o jogador para a linha de fundo. Robert cabeceou e o goleiro adversário teve de se esticar todo para fazer a cobrança. Aos 38, depois de um passe do estreante Michel Elói, Marinho foi puxado dentro da área, pênalti marcado e ele mesmo cobrou colocando o Guarani à frente no marcador. Aos 46, contra ataque mortal, uma bola lançada nas costas do lateral esquerdo, ficaram três jogadores do Boa contra dois do Guarani, Valdo recebeu e empatou o jogo.


No segundo tempo Gian Rodrigues colocou em campo Robertinho e Edu Sales. O primeiro entrou muito bem, deixou o time mais veloz. Edu Sales demorou um pouco a entrar no ritmo do jogo. Inverteu-se, ficando com uma posse de bola maior. O time do Boa mostrou ser um misto de alta qualidade. Tem um sistema defensivo compacto, um meio campo, apenas regular. Tem Marconi como o mais perigoso jogador. O Guarani teve Thiago Régis fazendo defesas importantes, salvou o time por três vezes no primeiro tempo e duas no segundo. No sistema defensivo, o setor esquerdo voltou a falhar na marcação. Já o meio campo com uma participação mais efetiva de Robertinho, teve mais velocidade e ficou mais perto do gol. Edu Sales demorou a pegar o ritmo, depois fez jogadas com inteligência.


O treinador Gian Rodrigues falou da importância de se recuperar da partida, por isso uma folga maior. Segundo o treinador o time crescia no jogo. “O time cresceu a partir dos 25 do primeiro tempo e as modificações no segundo tempo foram para manter esse crescimento, o Edu (Sales) poderia render um pouco mais, a intenção era uma dinâmica de jogo mais rápida. Sofrer gol nunca é bom, temos de recuperar, dois dias de folga, só jogamos na outra quarta, o Villa vai a campo com força total e fazer a preparação bem feita”, falou ele que foi expulso por discutir com a  árbitra reserva. Minimizou o caso. “Acabando o jogo é natural abusar um pouco da área técnica, nada demais, já estamos acostumados”, ponderou.


O goleiro Thiago Régis agradeceu a Deus. “Ele que me deu essa oportunidade de ajudar o time, mas esse empate pode ajudar minha equipe e isso é muito bom”, falou.


Na avaliação do lateral esquerdo Junior o resultado não foi ruim. “O empate fora de casa, dentro das pretensões do Guarani, não foi ruim, claro que a vitória seria melhor, vamos trabalhar e corrigir os erros apresentados, e já pensando no Villa Nova”, disse.


Para o técnico do Boa, Sidney Moraes, o time até que se comportou bem durante toda a partida.“Criamos várias oportunidades no primeiro tempo, acabamos sofrendo um gol de pênalti, e correr atrás é muito complicado. Conseguimos o empate ainda no primeiro, no segundo voltamos melhor envolvemos o adversário, mas nos faltou o gol, mesmo assim o resultado não foi tão ruim assim continuamos na frente e com jogos a menos que os adversários”disse.


Na próxima rodada, domingo (06) às 11h: 30min o Boa Esporte vai até o Estádio Zé Flávio na cidade de Itaúna defender a liderança da competição, jogando contra o Esporte Clube Itaúna. O Guarani somente volta a campo dia 9, quarta-feira, em Nova Lima, 20h, contra o Villa Nova.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.