quarta-feira, 4 de Janeiro de 2012 09:14h Luciano Eurides

Guarani busca refúgio em Guaratinguetá

A diretoria do Guarani antecipou a pré-temporada do clube e viaja hoje para Guaratinguetá no interior de São Paulo. Na reapresentação de ontem, o Waldemar Teixeira de Faria ficou inundado. Se reapresentaram 22 jogadores

A diretoria do Guarani antecipou a pré-temporada do clube e viaja hoje para Guaratinguetá no interior de São Paulo. Na reapresentação de ontem, o Waldemar Teixeira de Faria ficou inundado. Se reapresentaram 22 jogadores, sendo que Diego Chibanca, atacante que esteve no Itaúna, o goleiro Douglas e o jogador Eli Tadeu não se apresentaram.
O grupo teve os goleiros Tiago Régis e Tiago Gaúcho. Os laterais Luisinho, Carlinhos, Iago e Tito. Os zagueiros Cleberson, Márcio Santos, Zacarias e Bruno Maia. Os volantes André, Michel Elói, Cafu, Ivan e Magalhães. Os meias Diego Flores e Laércio. Os atacantes Chico Marcelo, Marinho, Weslei e Guilherme, este último foi o destaque da Copa Divinópolis jogando pelo Inter da Vila. O time continua em negociação com Walter Minhoca e Léo Medeiros.
O treinador Gian Rodrigues falou da expectativa diante dessa preparação. “Uma apresentação quase total, sabemos das dificuldades por conta das chuvas, faltando apenas o Eli Tadeu e dois atletas de Itaúna, um fez um bom campeonato de juniores (Douglas goleiro) e outro uma boa Taça Minas e contamos com eles para o grupo”, disse e comentou a possibilidade de outros jogadores para a competição. “Tem dois atletas que vamos estar conversando sempre. Hoje o mercado está aberto ainda, importante dentro do planejamento, 95% dos atletas estão aqui. Estamos aqui, problemas vamos ter, e deixar claro que temos meta para este ano e estamos aqui para atingir essas metas. O planejamento é a partir de hoje, onde faremos um amistoso no dia 7. Estaremos em um lugar sem dificuldade de campo, onde se alimenta bem e descansa, para um nível de amistosos, onde esperamos fazer quatro jogos, sendo um contra o Guaratinguetá, outro contra o São José que é da série A2, um grande time da capital paulista a se definir e outro grande time do interior paulista que fechará nossa presença lá”, falou Gian Rodrigues a reportagem da Rádio Divinópolis AM.
O diretor de futebol Renato Montack está de férias, viajando com a família e a expectativa é de retorno amanhã, quando assim poderá se definir algumas questões sobre reforços.

ESTÁDIO
As fortes e intensas chuvas em todo o centro oeste mineiro fizeram o Rio Itapecerica, que fica ao lado do Estádio Waldemar Teixeira de Faria, subir 7m36cm acima do nível normal. Esse fato fez o córrego que passa no estacionamento do campo também transbordar e alagar as portas do Farião.



Guaratinguetá
A cidade tem registros de 1628, conforme consta do primeiro Livro-Tombo da Catedral de Santo Antônio, dava-se a conhecer o povoamento destas terras por Jacques Félix e filhos. Guaratinguetá destaca-se como uma das principais vilas da Capitania no Vale do Paraíba, no século XVIII, que reserva à cidade, além dos períodos do ouro e do açúcar, fatos de especial significância religiosa. Em 1717, a imagem enegrecida de Nossa Senhora da Conceição foi encontrada por pescadores nas águas do Rio Paraíba, dando origem à cidade de Aparecida.
Em 1739, nasce aquele que, em 25 de outubro de 1998 torna-se o primeiro brasileiro nato beatificado pelo Vaticano: Frei Antônio de Sant’Anna Galvão, canonizado em 11 de maio de 2007 pelo Papa Bento XVI.
O século XX, que presencia o esgotamento das terras, enxerga também os novos focos econômicos: pecuária extensiva, industrialização e fomento comercial. Emerge uma "nova" comunidade, com a Escola de Especialistas de Aeronáutica, depois o campus da Unesp – Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, o Senac e, mais recentemente, a FATEC – Faculdade de Tecnologia.
O desenvolvimento de Guaratinguetá tem no Turismo uma de suas âncoras e, no século XXI, a religiosidade já manifestada na Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, com sua água abençoada atraindo peregrinações, ganha o novo impulso da devoção a Frei Galvão, além dos templos religiosos que reúnem arquitetura, arte, beleza e fé desde o século XVIII.
O Turismo também encontra no meio rural seus mais propícios meios, tanto pela exuberância da beleza das encostas da Mantiqueira quanto pela vida rural que se expressa no caminho para o mar. No perímetro urbano arquitetura e cultura, fundindo o passado e o presente, são os marcos que expressam a tradição e suas festas anuais que reverenciam sua própria história.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.