terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013 04:05h Luciano Eurides

Guarani busca um ponto fora de casa

Leandro foi o melhor em campo na partida do Guarani contra a Caldense jogada em Poços de Caldas

O Guarani abriu sua participação no Campeonato Mineiro 2013 jogando na cidade de Poços de Caldas onde empatou em 1x1. O time de Divinópolis teve de buscar o empate na partida, pois a Caldense abriu o placar com Luizinho e o Bugre empatou com Lucas Newton. O resultado foi muito bom para a equipe alvirrubra que vai a Arena do Calçado onde irá enfrentar o Cruzeiro, dia 17.
O Guarani teve pouco tempo de preparação ou pelo menos bem menor que o da própria Caldense, não fez um jogo espetacular, mas teve a mudança de postura necessária para buscar o ponto fora de casa e ter duas semanas para armar o time que tem pela frente o Cruzeiro. O gol da Caldense nasceu de um erro do time divinopolitano, Jouberth perdeu a bola e no contra ataque Luizinho, um carrasco histórico do time bugrino, ele ainda entrou no lugar do Ewerton Maradona que levava muito perigo ao goleiro Leandro. O gol do Guarani nasceu em um lançamento de Jouberth para Jajá e dele para Lucas Newton que empurrou a bola para dentro do gol defendido por Glayson.
O treinador Leston Junior avaliou a estreia do Guarani. “Hoje era um jogo difícil, cheio de expectativas, tivemos alguns desequilíbrios, cometemos erros e reagimos com as modificações, o jogo cresceu e passamos a jogar no campo da Caldense. Em nível de atuação, o jogo foi bom. Temos umas dificuldades no que se diz respeito a orçamento, temos que superá-las e teremos uma melhora. Os jogadores se acertaram, cedíamos muito campo para a Caldense, as mudanças surtiram efeito pelo empenho dos atletas”, falou.
O jogador Leandro, melhor em campo na partida destacou a importância de pontuar fora de casa. “Falamos que se não conseguíssemos os três pontos, perder não perderíamos. Conseguimos o gol, fazer o empate e levar um ponto. Chovendo o gramado fica rápido e ao mesmo tempo pesado, difícil e mesmo assim saímos com um empate. Fiz umas boas defesas, não somente eu, mas o grupo inteiro, tanto na zaga, os volantes e até mesmo no ataque, nosso time foi muito guerreiro”, declarou.
O autor do gol divinopolitano Lucas Newton dedicou o gol ao forte tempo de treinamento. “O professor pede para quem está de fora entrar ligado afinal de contas esse é um grupo e estamos trabalhando para jogar, o professor optou por eu ficar de fora e acato. Quando precisar entro e faço o gol e o importante é o Guarani. Em se tratando de um campeonato como o mineiro que não tem a chance de se recuperar contra a mesma equipe então um ponto fora de casa, uma viagem longa fará sim diferença a frente; temos uma folga entre aspas, trabalharemos a semana inteira e a expectativa é pegar o Cruzeiro em nossos domínios. Embora sejam uma das equipes mais tradicionais do futebol vamos jogar de igual. Saio satisfeito não pelo gol, mas por ajudado o Guarani a ter conquistado um ponto fora de casa”, disse.
O atleta Éder sabia que não seria fácil. “Sabíamos das dificuldades, chuva, campo pesado, nosso time vai ser assim, com dificuldades e sempre buscando superar. O resultado foi favorável diante da situação do jogo. Estamos juntos, o grupo é forte, sabemos da competência de cada um”, declarou.
Para a partida contra o Cruzeiro desfalque certo é Jajá, o atleta recebeu cartão vermelho.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.