quarta-feira, 18 de Julho de 2012 14:26h Gazeta do Oeste

Guarani empata com o Nacional busca classificação

As duas equipes tiveram chances para vencer, o Nacional perdeu várias oportunidades ainda na primeira etapa, já o Guarani continua pecando na falta de finalização. O resultado deixa as duas equipes com chances

Na fria cidade de Nova Serrana, Guarani e Nacional fizeram um jogo quente. As duas equipes tiveram chances para vencer, o Nacional perdeu várias oportunidades ainda na primeira etapa, já o Guarani continua pecando na falta de finalização. O resultado deixa as duas equipes com chances de brigar pela classificação.

 


No primeiro tempo o Guarani levou sustos. Com mais objetividade por duas vezes o búfalo esteve muito perto de abrir o marcador, em uma delas Reinaldo Alagoano ficou de frente com Tiago Braga que fez ótima defesa, já no final da primeira etapa foi a vez de Jouberth obrigar Glaysson a fazer uma arriscada defesa.

 


No segundo tempo a partida ficou mais aberta, com chances para as duas equipes. Os treinadores apostaram em jogadores mais ofensivos, o Guarani promoveu a reestreia de Robert e o Nacional colocou Diego Silva. O treinador do Guarani ainda tentou ser mais ofensivo colocando Jhonatan no ataque. As mudanças fizeram efeitos, para os dois lados, e os marcadores passaram a fazer um grande número de faltas. Em uma delas, Alexandre deu um soco em Robert, o árbitro assinalou a falta e aplicou cartão amarelo em Claudio Luiz, que não participou da jogada, apenas estava próximo do local da falta. Minutos depois foi a vez de Jhonatan também dar um soco no adversário, e o árbitro Marcos Vinícius Sá, da Federação Mineira de Futebol (FMF) expulsou o atacante.

 


O jogo continuou e as equipes tentavam o gol, por pouco Robert não marcou o dele quando recebeu na área, dominou e virou, a bola explodiu na defesa. O Nacional insistia nas jogadas áreas e muitas vezes levava perigo ao gol de Tiago Braga.

 


No final da partida Gian Rodrigues foi questionar o árbitro, iniciou uma discussão com o quarto árbitro e fez o desabafo: “É a segunda que me arrebenta aqui”, esbravejou. “Vivenciamos mais uma vez uma arbitragem mal assessorada. Aqui foi um soco, na minha frente, se não foi soco eu largo minha carreira. A caneta é deles, escrevem o que quiserem, não acontece nada com ele. Disse a ele parabéns, mas errou duas vezes, com o Tôto e o soco, quando disse que o quarto árbitro viu, ele negou, porque desde o começo estava tentando fazer média comigo aqui no banco, ele que faça o trabalho dele”, falou.

 


Com relação a partida o treinador analisou a situação. “O Guarani foi superior, eles tiveram chance também e as duas equipes buscando o resultado, estamos jogando uma competição que é praticamente mata-mata. O jogo é complicado. O Robert estava parado e teria um desgaste, a proposta era colocar depois do desgaste físico do adversário. A postura do Guarani, jogando fora de casa foi excelente, viemos para vencer o jogo e vamos permanecer assim”, avaliou.

 


O jogador Jouberth foi muito caçado em campo. “O Nacional jogando em casa e algumas faltas ele inverteu e acredito que o jogo foi bom e as duas equipes tiveram oportunidade e viemos em busca da vitória e faltou tranquilidade na hora de fazer o gol”, disse.
Fora de campo, ainda na zona mista, a diretoria do Guarani e Nacional iniciaram uma discussão, houve de tudo, mas os ânimos se acalmaram e fica a expectativa de um grande clássico na cidade de Divinópolis, dia 28, válido pelo returno. Antes, o Guarani recebe o Aracruz, domingo (22) 15h, no Valdemar Teixeira de Faria.


 
JOGO TREINO

 


Na tarde de ontem os jogadores que não fizeram toda a partida contra o Nacional enfrentaram o sub 20 do Clube Atlético Mineiro que trouxe a cidade a equipe formada com: César, Emmerson, Igor, Jemerson, Rafael, Thiago, Lucas Candido, Elder, Dodô e Marquinhos. Para o banco Jesiel, Roger, Josimar, Gustavo, Vitor, Alexandre, Rafael Souza e Paulo Victor. O treinador alvinegro é Alexandre Micale.

 


O Bugre de Gustavo Rangel, Ricardo, Diego, Felipe, Iago, Marcelo, Zé Maria, Jaú, Robert, Chico Marcelo e Jhonatan. O jogo terminou sem gols.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.