quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2016 09:22h Luciano Eurides

Guarani enfrenta o gramado do Elias Arbex e o Tricordiano fez o Carnaval

O Guarani fez o jogo da reinauguração do estádio Elias Arbex, na noite de terça-feira

O gramado estava muito novo, ruim, sem condições de receber uma partida de futebol, e o Bugre perdeu por 3x0, com erros graves. Volta a campo no próximo sábado, às 17h, no Farião, contra o Atlético-MG.

Logo na definição do time, o primeiro problema, o zagueiro Lula (que saiu machucado contra o América) não é relacionado, assim, Jean Pablo foi escalado, sentiu ainda no aquecimento e Anderson Santos atuou na partida. O gramado muito ruim atrapalhou os dois times, mas o Guarani, menos acostumado, teve mais dificuldades e em especial nos primeiros minutos. Isso até aos 20 minutos do primeiro tempo, quando o Tricordiano também teve dificuldades, jogo muito ruim.

 

 

O Tricordiano saiu na frente, aos 29 minutos, Capela aproveitou o escanteio cobrado no meio da área e colocou a cabeça nela, sem defesa para Leandrão, fez 1x0 para o Tricordiano. Genalvo, capitão da equipe, ainda no intervalo, ressaltou, “continuar lutando mesmo com o gramado sem condições, mas Campeonato Mineiro a gente tem que passar por isso”, garantiu. Mesma forma Jhonatan. “O campo em péssimo estado, mas vai ter que dar para tocar”, disse.

Na volta para a segunda etapa, quando se esperava um Guarani acertado, o lateral Iago derrubou Diogo Capela dentro da área, pênalti marcado e Leandro Love fez 2x0. O mesmo Diogo Capela aproveitou um chutão de Anderson Santos, surgiu livre na frente do goleiro Leandro e fez 3x0.

 

 

O resultado ruim foi analisado pelo goleiro Leandro como complicado, pois o Guarani sabia das dificuldades. “Estávamos conscientes que o Tricordiano viria para cima dessa forma”, afirmou ele, que ainda evitou por duas vezes uma goleada da equipe de Três Corações.

O capitão da equipe do Guarani, o volante Genalvo, confirmou. “Viemos sabendo das dificuldades, foi chute para lá e para cá, temos que corrigir algumas coisas. Quando ganha, são todos, quando perde, erro do grupo, precisamos melhorar. O gramado dificultou e voltaremos a fazer um grande futebol”, prometeu.

O também volante, Renan, adiantou que esta partida já merece o prêmio de jogo mais feio do campeonato. “Pela partida que fizemos em casa, sabemos do nosso futebol, agradecer a torcida que esteve aqui, sabemos do nosso potencial, foi o jogo mais feio do campeonato, sabemos da nossa força e vamos jogar em casa. Erro individual, sabemos onde erramos, não tem nada perdido, temos mais nove partidas, não fizemos um bom jogo”, avaliou.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.