sábado, 10 de Janeiro de 2015 06:27h Atualizado em 10 de Janeiro de 2015 às 06:29h.

Guarani faz jogo treino na manhã desse sábado

O Guarani de Divinópolis irá receber um selecionado da cidade de Divinópolis, na manhã de hoje, para um jogo treino

Será a segunda oportunidade para Gian Rodrigues ver os efeitos dos treinos, especialmente a questão tática, jogadas ensaiadas e postura emocional dos atletas.
Este jogo treino será a possibilidade não só de ver a reação da equipe diante de um adversário, mesmo que amador, mas também de executar as variações táticas treinadas. Em uma delas, a presença de João Carlos, ele não esteve frente ao América. “Cada atacante tem uma característica. Quando um entra, muda a forma de jogar e eu tenho mais velocidade e ir para dentro. Não tenho uma perna preferencial, a que vir tem de chutar e desde a base faço um trabalho pelas beiradas, por isso desenha a possibilidade de jogar eu e Tardelli, ele um jogador ágil, habilidoso e não fica parado, tenho de fazer gols e se puder dar o passe fico feliz”, garantiu.
Na formação de uma proteção a defesa tem Rafael Jataí. Experiente e de muita força, ele acredita na forma de jogar e se o time conseguir colocar em prática, não dependerá do talento individual apenas. “Está legal, estamos motivados, a equipe está se encaixando bem e o professor está criando o perfil dele e vamos adquirir uma cara. Estou gostando muito e o campeonato está para começar. O Leandro é um jogador que conheço e joguei contra. Fácil de se entender e temos a calma e bola no chão. Com relação a cartões, é uma posição complicada. Temos de compactar a equipe para evitar esses cartões”, falou.
A saída para não sobrecarregar os volantes é o ataque ajudar na marcação. “O futebol moderno exige a marcação desde o ataque e o exemplo é o Atlético Mineiro, onde o forte não é a defesa e sim o ataque. Os quatro jogadores da frente marcam e a bola chega quebrada na defesa e é fundamental os atacantes marcarem. Estou com saudades até mesmo dos três pontos, o treino é importante e estamos loucos para ter um adversário”, falou.
Jataí também falou da qualidade dos volantes que hoje formam o grupo. “Não tem essa de titulares e reservas. Por exemplo, tem o Thales Alvim, que tem apenas 16 anos e tem muita qualidade. Acho muito importante isso que o Guarani faz e em nenhum clube que passei vi isso. Cada um vive um momento e algum deles pode entrar e se não tivesse condições nem estaria aqui, todos têm qualidade.

 

 


Vendas dos passaportes
Os torcedores do Guarani em Nova Serrana agora podem adquirir os passaportes para os jogos do Bugre sem sair da cidade. A diretoria acertou uma parceria e os passaportes também serão vendidos na Minas Brasil Borrachas. O valor continua o mesmo, R$ 150, e dá direito a entradas para os cinco jogos de mando do Guarani, o que inclui o jogo contra o Cruzeiro, a ser realizado na cidade vizinha.
Os pontos de vendas são:
Estádio Farião (em horário de treinos)
Rua Fernão Dias, nº 1244, Porto Velho

Ponto do Cartão
Rua Rio de Janeiro, nº 208, Centro (quase esquina com a Av. 1º de Junho)

Academia 4Sports
Rua Espírito Santo, nº 247, Centro (ao lado da Settrans)

Minas Brasil Borrachas (Nova Serrana)
Av. Benjamim Martins Espírito Santos, nº 2024, Dona Gumercinda Martins

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.