sexta-feira, 23 de Março de 2012 12:34h Vinicius Soares

Guarani faz o último treino antes de encarar o Tupi

Time divinopolitano precisa vencer para voltar ao G-4, Tupi tem conseguido boa sequência na competição

Numa tarde muito ensolarada, o time da Princesa do Oeste fez o último treino antes de se concentrar para o jogo contra o Tupi, em Juiz de Fora. Os jogadores do Bugre assistiram a alguns vídeos de jogos do seu oponente e o técnico Gian Rodrigues ressaltou alguns detalhes sobre o seu adversário e as mudanças na equipe. “Nosso time já está definido. O Ivan vai entrar na vaga do Michel Elói e o Chico Marcelo ao lado do Marinho no ataque. É um jogo importante, porque é um adversário direto. Se vencermos abrimos 3 pontos do Tupi e conforme os outros jogos podemos abrir mais vantagem ainda dos outros concorrentes. O time de Juiz de Fora é um time experiente, joga atrás da linha da bola e sai muito bem no contra ataque. Temos que ficar esperto com isso!” esclareceu o treinador.” 
O time alvinegro jogou em casa anteontem, (21/03), com o Villa Nova e empatou em 0x0, resultado que deixou a equipe em 4ª lugar, isso pelo saldo de gols. O Guarani tem saldo negativo de menos dois. Depois de ser derrotado pelo Atlético-MG no último domingo (18), por 2x1, o grupo de Nova Lima acabou caindo para a 8ª colocação no campeonato.
O time divinopolitano tem um favoritismo maior à quarta vaga no G4 do Campeonato Mineiro, pois, tem mais dois jogos em casa contra Caldense (9ª), dia 01/04 e América de Teófilo Otoni (11º), no dia 08/04. O Guarani já enfrentou o Galo, onde perdeu por 4x0 e o Cruzeiro, quando venceu por 1x0. Dos times da capital, só resta o América na última rodada, dia 15/04, às 16h, na possível reinauguração do Estádio Independência, em Belo Horizonte.
Sobre a partida, o lateral direito do colorado, Luizinho, citou a qualidade do Tupi mas disse que o elenco do Guarani tem condições de sair de lá com um bom resultado. “Estamos tranquilos, sabemos o que fazer. A virada contra o Uberaba foi sensacional. Não estive na partida, mas vi o campo, estava muito ruim. Não precisamos ir pra cima com tudo, no desespero. Temos que respeitá-los, mas saber aproveitar os espaços, ir ao ataque quando a chance aparecer para podermos surpreendê-los.” advertiu Luizinho.
O líder do setor ofensivo, Marinho, também comentou sobre o duelo de 6 pontos e enfatizou a importância do bom resultado. “É mais um jogo difícil. Equipes que pensamos que vão vencer acabam perdendo e vice-versa. O fato da bola não estar chegando tanto quanto um atacante precisa, não incomoda. O mais importante é que temos conseguido os resultados positivos e a expectativa é que mantemos nessa pegada para conseguirmos ficar no G-4. Pensamos em um jogo de cada vez, e esperamos que no final do campeonato, o nosso objetivo possa ser cumprido. ”

O jogo contra o Tupi é amanhã, às 16h, no Estádio Radialista Mário Heleno,  válido pela 8ª rodada do torneio. Com capacidade para 40.000 espectadores, mas com o espaço reduzido, o estádio deverá receber bom público, pois, uma boa parte dos ingressos já foi vendida.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.