sábado, 7 de Fevereiro de 2015 07:05h Atualizado em 7 de Fevereiro de 2015 às 07:07h. Luciano Eurides

Guarani faz últimos acertos para encarar o Villa Nova

O Guarani de Divinópolis treinou na tarde de quinta-feira, fez trabalho na manhã de sexta-feira e encerra a preparação na manhã de hoje

Os treinos visam a segunda partida no Campeonato Mineiro, frente ao Villa Nova, na cidade de Nova Lima, às 16h. O time colocado em campo é o mesmo que iniciou a partida contra o América.
O treinador Gian Rodrigues não demonstrou mudanças na equipe que irá enfrentar o Villa Nova, em Nova Lima. A única novidade no treinamento foi a demarcação das linhas de trabalho. Uma definição territorial de onde posicionará a defesa e o local exato do início do ataque. Embora a cobrança seja o exato espaço ocupado por cada atleta, a velocidade de cada jogada também foi uma cobrança do treinador.
Com base nos treinamentos da semana, a equipe entra em campo com George, Roger, Marx Ferraz, Thiago Papel e Iago. Rafael Jataí, Leandro Ferreira, Marcinho e Djalma. Michel Cury e Fábio Júnior. A partida do time Nova Limense frente o Tombense foi sem muita criatividade, as duas equipes se limitaram a tocar a bola, sem jogadas de efeito.
Para o atleta Marcinho a equipe está pronta para o novo desafio. As conversas do grupo, a semana de trabalho visam encaixar o time em um ponto de ter o espaço e tempo certo para se chegar com a bola. Antecipar o adversário, essa é a forma de jogar para o meio-campista. “Equipe sabe o que tem de fazer, perdemos dois pontos em casa e vamos busca-los fora. Nunca joguei lá, vou por informação e fisicamente estou bem, treinei a semana toda, entrei frente ao América e foi além das minhas expectativas, consegui jogar. Frente ao Villa vamos acertar, sabemos que deixamos a desejar no encaixe, eles têm qualidade e como não encaixamos rápido, o time deles jogou. Já conversamos e vamos conversar mais ainda e sem deixar espaço”, garantiu.
O treinador Gian Rodrigues adiantou que pretende sim manter a escalação da equipe. “O time que trabalhou a pré-temporada, entendo que o time está pronto, se conseguirmos manter uma sequência e dar segurança para o jogador. A parte de compactação foi cobrada, demos espaço para o América, quero que eles entendam isso. Assisti o jogo do Villa, eles trabalham com três volantes e fazem uma  marcação muito forte. O Gabriel é um meia de qualidade, jogou no Boa sendo conhecido e não podemos ser surpreendidos. A Tombense teve um volume maior de jogo, mas o Villa ganhou a partida em uma jogada já desenhada o tempo todo. Toledo pelo lado esquerdo e tem um passe longo muito bom, o Villa foi eficiente”, disse. Ainda há trabalho na manhã de hoje e duas palestras no hotel.
Os ingressos para a partida Villa Nova e Guarani são comercializados no valor de R$ 20 inteira e R$ 10 meia-entrada. O passaporte do Leão custa R$ 100. No Castor Cifuentes cabem 5.160 torcedores.

 

ARBITRAGEM
Apita a partida Renato Cardoso Conceição (CBF), auxiliado por Marconi Helberth Vieira (CBF) e Enivaldo Lopes da Silva (FMF). Os jogadores gostaram da indicação dele para arbitrar a partida.

 

CRUZEIRO
Os ingressos para a partida Guarani e Cruzeiro, marcada para quarta-feira na Arena do calçado, em Nova Serrana, começaram a ser vendidos na tarde de sexta pelo preço único de R$ 80. A entrada pode ser adquirida no Estádio Waldemar Teixeira de Faria (Farião) ou nos pontos de venda tradicionais da cidade, como a Lugo Esportes.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.