sábado, 25 de Outubro de 2014 04:32h Atualizado em 25 de Outubro de 2014 às 06:00h.

Guarani já tem treinador para o Campeonato Mineiro de 2015

Foi anunciado pela diretoria do Guarani o nome do treinador para o Campeonato Mineiro de 2015, trata-se do já conhecido Gian Rodrigues

Ele treinou o Bugre em três competições diferentes, sendo um Campeonato Mineiro, uma Taça Minas Gerais e um Campeonato Brasileiro Série D. Obteve bons resultados, sendo sexto na competição estadual. A aposta da diretoria é não ser necessário nenhum período de avaliação.
Gian Rodrigues deverá ser apresentado no dia 28, encontra-se já trabalhando em favor do Bugre e chega a Divinópolis na próxima semana. Terá na comissão técnica, Ronaldo Gontijo, como preparador de goleiros. Encontram-se já no time Fred (atacante), Raul (lateral esquerdo), Ruan Coimbra (lateral direito), Luís Gustavo (volante). Retornam Tiago Papel (campeão Alagoano) e Iago, que estava no XV de Piracicaba. George é uma baixa, ele fica no Madureira. Há possibilidade da volta de Luís Fernando, ele estava no Catar e hoje defende o Icasa.
Gian assumiu o Guarani, na entressafra entre o Campeonato Mineiro de 2011 e a Taça Minas Gerais, e teve de correr para montar o time. Mas mesmo assim o objetivo foi conquistado: se classificar à segunda fase da competição. Naquela ocasião, foi eliminado pelo Boa Esporte nas semifinais.
No Campeonato Mineiro de 2012, o time conquistou a melhor colocação desde 2008, terminando na 6ª posição e com a histórica vaga na Série D, que o time disputa após 31 anos de ausência de uma competição nacional. O Guarani foi o único time do interior a vencer os dois grandes da capital, jogando na casa do adversário: venceu o Cruzeiro, por 1 a 0, na 2ª rodada e goleou o América, por 4 a 0, na última.
Na série D, montou um time às pressas e Gian Rodrigues fez o possível para almejar uma classificação, mas o time venceu apenas uma partida, sofreu três derrotas e somou três empates, resultando na quarta colocação com seis pontos. Entre os nomes havia Leston Júnior, o favorito pela história dele com a cidade e o próprio clube.
Leston hoje tem um contrato com a Traffic e faz um trabalho reconhecido junto ao Madureira do Rio de Janeiro. Outro nome trabalhado foi Milagres, o ex-goleiro campeão nas categorias de base do América. Houve uma vontade muito grande das duas partes, mas o contrato dele no América e as conquistas dentro do Clube pesaram na liberação dele. Marcelo Cabo que levou o Tombense ao quarto lugar do estadual de 2013, mas este está no Catar e foi mais difícil a negociação.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.