sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2015 10:55h Atualizado em 13 de Fevereiro de 2015 às 10:57h. Luciano Eurides

Guarani perde e mais uma vez fica a sensação de faltar algo mais

O Guarani entrou em campo em jogo antecipado da terceira rodada do Campeonato Mineiro e perdeu frente ao Cruzeiro por 3 a 1, gols de Damião (2) e Judivan para a equipe de Belo Horizonte e João Carlos descontou para o representante de Divinópolis

A partida foi realizada na Arena do Calçado, em Nova Serrana, e contou com um público de 2.266 e renda de R$ 114.360. O Bugre pode terminar a rodada na última colocação, caso o Tombense vença a Caldense e o Democrata derrote o Atlético, no próximo sábado.
O time de Divinópolis entrou disposto a marcar o time atual campeão brasileiro. Na proposta foi bem, mas a saída de bola era lenta e conseguia dar oportunidade para o Cruzeiro se recuperar. Logo no início do jogo Djlama se machucou, foi substituído por Vinícius Kiss. No mesmo momento, Mayke, do Cruzeiro, sentiu a coxa e também deixou o gramado.
Logo aos dois minutos, Damião deu excelente passe para Arrascaeta, o estreante da noite, que avançou pela ponta esquerda, driblou o goleiro e finalizou em direção ao gol. A bola iria morrer no fundo da rede, mas Carlos Renato interceptou o lance e evitou a abertura do placar na Arena do Calçado. Aos seis minutos, Mena foi ao ataque e lançou Leandro Damião que, de dentro da área, cabeceou sobre a meta rival.
Aos 16 minutos, Arrascaeta, que já havia roubado a bola e criado um boa chance, apareceu de novo em linda assistência para Leandro Damião. Na jogada, o armador serviu o atacante, que finalizou para boa defesa de George. No lance seguinte, a dupla funcionou novamente, mas dessa vez o chute do goleador saiu à esquerda da trave do Guarani.
Nos instantes finais da primeira etapa, as finalizações a longa distância começaram a aparecer. O primeiro a tentar foi Henrique, aos 39 minutos, em arremate que saiu rente à trave rival. Depois foi a vez de Willian Farias que, aos 43, avançou pelo meio e obrigou George a fazer uma grande defesa para evitar o tento celeste.
No segundo tempo o Bugre voltou melhor e chegando ao gol defendido por Fábio. Aos 14 minutos, o Guarani teve a sua grande chance na noite. Marcinho, atacante da equipe, se lançou pela ponta esquerda e bateu cruzado. A bola encontrou Fábio Júnior que, livre dentro da pequena área, completou de coxa sobre o travessão do arqueiro estrelado.
No minuto seguinte o atual Campeão Mineiro finalmente conseguiu inaugurar o marcador na Arena do Calçado. Eurico, que entrou no lugar de Mayke, realizou excelente jogada pelo lado direito e cruzou para Leandro Damião. O goleador dominou, protegeu a chegada do zagueiro e concluiu com precisão no ângulo esquerdo de George, para fazer o seu primeiro gol.
Com a desvantagem no marcador, a agremiação de Divinópolis optou por uma postura mais ofensiva no restante do confronto. Aos 25 minutos, Vinícius Kiss adentrou pela lado direito da área e arriscou para excelente defesa de Fábio, que salvou a Raposa e manteve a vantagem mínima no placar. Aos 35 minutos, brilhou a estrela de Judivan.
O atacante, que havia entrado no lugar de Willian, recebeu bom passe de Marquinhos, partiu para cima do zagueiro adversário, deu dois lindos dribles e, de perna esquerda, finalizou sem chances para o goleiro rival. Dois minutos após o tento da Raposa, o Guarani conseguiu diminuir a desvantagem.
Em cobrança de escanteio, Marx subiu bem e cabeceou no canto de Fábio, que se esticou todo para alcançar a bola. No rebote, João Carlos só teve o trabalho de completar para o fundo da rede. Nos acréscimos, o artilheiro da noite apareceu outra vez. Em rápido contra-ataque, Marquinhos lançou Leandro Damião que, com tranquilidade e frieza de goleador, deu um toque preciso sobre George e decretou a vitória.
O treinador Gian Rodrigues comentou o resultado e enfatizou não ser o que ele gostaria. “Lamentamos os erros do primeiro tempo, melhoramos no segundo tempo e justamente nesse momento sofremos os gols. Tenho de ressaltar também o jogo que fizemos, na verdade preparei a equipe para fazer e vencer o jogo, tivemos oportunidades e infelizmente quando o time está impondo o jogo sofremos os gols. O banco tem de estar atento e quando entrar manter a intensidade do jogo. Está acontecendo com Walterson e Kiss, e hoje aconteceu com João Carlos, isso é bom e importante. Temos onze dias e terei análise do departamento médico. Tenho opções no banco, Kiss e Walterson entrando bem, vamos estudar a Caldense e carnaval nem pensamos nisso”, falou o treinador.
O atleta Djlama saiu chateado por uma contusão ainda aos 20 minutos do primeiro tempo. “Senti uma fisgada forte na posterior e achei melhor entrar um clinicamente melhor e estou arrasado. Tenho um histórico de lesões e estava fazendo um trabalho de prevenção e estava me sentindo bem, infelizmente aconteceu e vou me recuperar e estar à disposição o mais rápido possível. Vou descansar muito e tenho certeza que estarei à disposição. Assiti o jogo e queria estar ajudando o time dentro de campo, a oportunidade que tivemos tem de fazer, ainda mais diante do Cruzeiro, eles tiveram e fizeram, tenho certeza que vamos juntar os trapos, todos e formar uma família e dar a volta por cima. Estamos em evolução e infelizmente aconteceu a derrota, mas estamos vivos na competição ainda”, contou.
O jogador Roger destacou o sentimento de tristeza. “Trabalhamos forte para fazer uma boa partida e infelizmente não conseguimos fazer um bom primeiro tempo e vamos trabalhar para a próxima partida. Com trabalho vamos acertar as coisas, trabalhar forte, impor o ritmo, saber jogar. A confiança temos no nosso grupo”, falou o lateral da direita.
O goleiro George sempre faz bons jogos contra o Cruzeiro. “São jogos que nos dão visibilidade, sendo prazeroso, jogadores com fama internacional e de seleção, gosto muito. Jogamos e tivemos chance de fazer o gol, mas não se pode errar, o momento que erramos eles fizeram. Jogamos bem, valeu a pena e vamos fazer um jogo melhor ainda contra a Caldense. Temos de trabalhar, temos tempo e precisamos encaixar nossa forma de jogar e vamos trabalhar o carnaval”, falou o goleiro.
Carlos Renato avaliou a estreia dele na equipe e não ficou satisfeito com o resultado. “Eu sabia que iria começar o jogo e individualmente consegui fazer o meu melhor e mostrar o meu melhor. Coletivamente o time foi bem, faltou alguma coisa para trabalhar e nos darmos bem”, falou o ala da esquerda.
O autor do gol do Guarani frente ao Cruzeiro trocava o gol pelos três pontos. “Estava focado e olhando as falhas do time do Cruzeiro e o Mena um pouco cansado e concentrado para entrar e resolver. Nosso objetivo é sempre ajudar, o treinador é inteligente e sabe o que faz. Um passo de cada vez e o que tiver de ser será. Esquecer carnaval e vamos trabalhar, vamos observar melhor a Caldense, um bom time e vamos acertar contra eles para dar moral para o time”, falou João Carlos.
O atacante Fábio Junior explicou o lance em que poderia ter feito o gol e mudar a história do jogo. “Jogar contra time grande é assim, não fui feliz naquela bola, um lance rápido, poderia ter feito outras escolhas e fiz a errada, tem de continuar”, considerou

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.