terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012 08:51h Atualizado em 28 de Fevereiro de 2012 às 10:09h.

Guarani perde em dia de festa na cidade

O Guarani perdeu por 4x0 diante do Atlético pela 4ª rodada do Campeonato Mineiro de 2012. Mesmo com o resultado adverso a tarde foi de muita festa em Divinópolis. André, o ‘Bebezão’ alvinegro em grande atuação marcou três vezes

O Guarani perdeu por 4x0 diante do Atlético pela 4ª rodada do Campeonato Mineiro de 2012. Mesmo com o resultado adverso a tarde foi de muita festa em Divinópolis. André, o ‘Bebezão’ alvinegro em grande atuação marcou três vezes. O treinador do Bugre não acredita que modificação no time tenha sido motivo da derrota.
O Guarani encarou o Atlético com um time modificado. Michel Elói, volante de marcação deu lugar a Ely Tadeu, meia atacante. Segundo o treinador Gian Rodrigues com uma função especial de marcação. “Erros de passe e atenção, todos os times sabem da força deles na bola parada. Não poderíamos sofrer certos gols e nosso goleiro só fez defesa de bola parada. Nosso time não veio para perder, forçamos a jogada e o contra ataque foi mortal. O Ely (Tadeu) tinha uma função de marcar a saída do Richarlyson, se Elói tivesse em campo seria ele marcando Pierre que não sai. O Ely jogando em velocidade, e não tomamos nenhum gol por conta da parte tática. Se tivesse outro jogo entraria com a mesma formação”, exclamou.
A qualidade na bola parada e a velocidade foram destacadas pelo técnico Cuca como as grandes virtudes do Atlético na goleada por 4 a 0. Os dois primeiros gols se originaram de cobranças de falta e os dois últimos foram construídos em jogadas de contra-ataque. “Você tem que utilizar as características do seu time. Nossa bola parada é boa, encaixou bem e fizemos dois gols. Fechamos bem e exploramos os contra-ataques. Fizemos dois gols dessa forma e poderíamos até ter feito mais, mas, de um modo geral, está muito bom pelo que a equipe produziu”, avaliou o treinador. “Dia muito quente, um calor enorme, você tem que valorizar muito a posse de bola. Foi um jogo corrido e, dentro do que dá para se jogar aqui, foi bem jogado. Sofremos um ou outro risco atrás, o que é normal, pela qualidade do adversário. Quando encaixou nosso jogo, a velocidade, o time jogou bonito, fez os gols. Os dois primeiros gols foram de bola parada e, nos outros dois, a velocidade que a gente queria no contra-ataque”, acrescentou Cuca.
O homem do jogo, André, o ‘bebezão’ atleticano, autor de três gols, o jogador assumiu a artilharia isolada do Estadual, com cinco gols. “Tive as oportunidades e aproveitei. O mais importante é sempre estar ajudando a equipe a conseguir as vitórias”, disse André. “Você vai melhorando a cada jogo, vai disputando mais partidas e agora é continuar assim. Não podemos relaxar agora, já temos que pensar no América, que é o nosso próximo adversário”, acrescentou o goleador alvinegro, que tentou, sem sucesso, levar a bola do jogo para casa. “Sempre que faço três gols, levo a bola para a minha casa. Queria levá-la hoje, mas não consegui”, brincou.
O Guarani jogou com Thiago Régis, Luizinho (Michel Elói), Márcio Santos,Bruno Maia, André (Carlinhos), Tita, Ely Tadeu, Léo Medeiros, Marinho, Walter Minhoca( Ivan), Magalhães. O público foi de 2.653 pagantes.

Homenagens
Ao entrar no Farião, os torcedores receberam bandeiras do centenário para também participarem da festa. E também no Camarote da Pitimba a festa era em laranja e preto.
Antes do início da partida dezenas de crianças entraram em campo com faixas alusivas ao centenário. Torcedores do Guarani entregaram ao Prefeito Vladimir Azevedo uma camisa autografada e uma placa, oferecidas pelo Clube.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.