terça-feira, 26 de Julho de 2011 10:32h Luciano Eurides

Guarani perde em Nova Serrana

O time do Guarani não teve a mesma qualidade apresentada frente o Atlético PR e Olaria. Uma pane na equipe acabou levando o time à terceira derrota e dessa vez sem uma entrega total como nas partidas  anteriores. O placar de 3x2 para o Juventus, no estádio Benjamim Martins do Espirito Santo foi um balde de água fria na busca pela classificação a segunda fase da Taça BH de futebol junior.


O Guarani não fez um bom primeiro tempo. O time muito desatento. O primeiro gol da partida foi da equipe do Juventus. Sandro derrubou Bruno na área. Marcelo foi para a cobrança e abriu o placar. Depois do gol o Bugre permaneceu sem reação. Se limitou aos 33 minutos a obrigar Fernando a fazer uma boa defesa. Gil colocou a bola na cabeça de Pedrinho. Ele desviou e a bola sobrou para Davi que chutou forte, mas o goleiro juventino fez a defesa.
 

O treinado Gustavo Brancão fez duas modificações ainda no primeiro tempo. Ele colocou Neguinho no lugar de Gil, ainda tirou Marcelinho Araxá para a entrada de Caíque. O time melhorou , mas ainda não acreditava nas jogadas. Na saída para o intervalo Marcelo, autor do único gol da etapa inicial disse estar confiante na equipe. “Temos confiança no grupo, no finalzinho recuamos um pouco, e vamos ver o que orienta o técnico”, falou o jogador. Sandro do Guarani resumiu em uma frase. “Faltou raça”.


Na segunda etapa o Guarani voltou com Felipe no lugar de Sandro. A postura da equipe pouco mudou. Aos dois minutos de jogo o time sofreu o segundo gol, zagueiro Talon marcou e dedicou o gol ao pai, aniversariante do dia. Somente depois de estar mais distante do placar que a equipe divinopolitana acordou. Elias foi entrando no jogo e marcando o gol dele. Quando todos esperavam uma reação, José Wilson aproveitou uma falha de marcação da defesa e fez o terceiro do Juventus. O time não se deu por vencido e procurou a vitória, Pedrinho marcou o segundo gol do Guarani depois de uma bonita jogada pela direita e chutou cruzado.
 

As chances apareciam dos dois lados. Cruzamento na área do Juventus e Carola chegou segundos atrasado. A bola tocou no travessão de Gustavo. O time de Nova Serrana valorizava muito as cobranças de bola parada. A equipe gastava muito tempo em cada uma delas chegou a irritar a comissão técnica do Guarani. Brancão chegou a ser excluso da partida.

 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.