terça-feira, 9 de Abril de 2013 11:29h Luciano Eurides

Guarani perde para a Tombense e se complica na classificação

Guarani e Tombense fizeram um jogo emocionante na Arena do Calçado, na tarde do último sábado (06), em Nova Serrana, pela nona rodada do Campeonato Mineiro.

Guarani e Tombense fizeram um jogo emocionante na Arena do Calçado, na tarde do último sábado (06), em Nova Serrana, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. O time de Tombos venceu por 4 a 3. Com três gols de Junior Negão e um de Betinho, o Tombense voltou para casa com a vitória e na terceira colocação do estadual, com 16 pontos. Já o Guarani Começa a fazer as contas depois de uma rodada muito ruim para o Tamanduá. As duas equipes entram em campo novamente no dia 14, às 16h. Enquanto o Tombense recebe o Tupi, o Guarani-MG enfrenta o Araxá fora de casa.
O jogo atendeu a todas as previsões. O Guarani em ascensão e a Tombense sendo o melhor time do interior. O gol, logo a três minutos de jogo derrubou todas as estratégias e preleções dos treinadores; uma cobrança de falta exercida por Rafael Estevam, pelo lado direito, pé trocado acertou a linha da área e Asprilla de cabeça desviou para o gol. A Tombense buscou o empate e conseguiu no final do primeiro tempo. O time de Tombos, empurrava o Guarani para dentro do campo de defesa e Betinho deu números iguais ao marcador. A bola esteve alta, difícil para a arbitragem, mas o auxiliar afirmou para o árbitro que a bola ultrapassou toda a linha de meta.
No segundo tempo o jogo foi muito aberto. Junior Negão fez três gols, André fez para o Guarani e o jogo esteve completamente aberto aos contra ataques. Com o jogo 4x2, o Guarani chegou a marcar o terceiro gol com Adalberto. O Guarani buscou o quarto com Adalberto, a arbitragem marcou impedimento no rebote do goleiro. Os gols perdidos por Eric e Carlos Júnior fizeram a diferença já que foi um jogo previsível. Quem errasse mais, perdia.
O treinador do Guarani, Leston Junior avaliou a partida. “Sabíamos que seria difícil, enfrentaríamos a melhor equipe do interior. Começamos fazendo o gol, e na sequência tivemos a chance de fazer 2x0 e perdemos o gol dentro da pequena área. Em jogo dessa natureza se tem a chance de fazer, faz. A partir daí deu vida a Tombense. Demos espaço, erramos. Não voltamos apáticos, o Tombense é que voltou para se impor e conseguiu. O time foi guerreiro, buscou o empate e poderia ter saído com o empate em 4x4”, disse.
As dificuldades foram na defesa. “Fizemos três gols contra uma grande equipe, o problema é que sofremos quatro. Não se pode desarrumar. Salvamos a partida ainda, mas quatro gols no futebol de hoje é difícil sofrer. Com a arbitragem é difícil de argumentar quando se perde. É estranho ele apitar pela primeira vez em um jogo de tamanha importância. É um bom arbitro, mas encontrou um jogo muito carregado. Perdeu, a responsabilidade é do treinador. Quem não está brigando lá embaixo é porque está lá em cima”, garantiu.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.