sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2016 10:44h Luciano Eurides

Guarani pode mudar o time para encarar o Uberlândia

O treinador Ricardo Leão, do Guarani de Divinópolis, esboça mudanças na equipe do Bugre para o confronto de domingo, contra o Uberlândia, no Parque do Sabiá. Carlos Renato, com estiramento na coxa, não joga

O treinador Ricardo Leão, do Guarani de Divinópolis, esboça mudanças na equipe do Bugre para o confronto de domingo, contra o Uberlândia, no Parque do Sabiá. Carlos Renato, com estiramento na coxa, não joga.Genalvo cumpre suspensão automática e também está fora da partida. Além disso, pode ocorrer uma mudança na forma de jogar.

 

 

A primeira mudança é no ataque, Marcos Vinícius, que não jogou contra o Tupi, por lesão, está à disposição do treinador. Trabalhou segunda e terça-feira, sem dores. “Estou voltando, já fiz o trabalho com o grupo e estou me sentindo bem, sem dor, sem incômodo e espero manter assim até o final de semana e estar disponível, mostrou que pode precisar e quero ajudar. Estou confiante em voltar de lá com pontos, o Uberlândia abriu cinco pontos da gente, é possível, temos que repetir as atuações que fizemos dentro de casa, fora de casa também. Jogamos bem e falhamos, tomamos gols por falha nossa, Ricardo (Leão) está corrigindo isso para voltarmos de lá com um bom resultado”, garantiu.

 

 

 

Outra mudança é no meio campo. Sem Carlos Renato, Jhonatan Oliveira faz a função dele e o jogador Júnior Barros trabalha de meia-atacante. Interessante, pois ganha entrosamento, porque Júnior Barros está na equipe titular. Ganha velocidade e força na chegada ao ataque. Embora pequena, a mudança deixa a equipe bem ofensiva. Outra alteração é a entrada de Denilson no lugar de Genalvo. Já na terça-feira, Renan deixou o campo com dores na perna, mas alertou ter sido um choque com o companheiro, chamado ‘canela com canela’, e não preocupa. No treino foi acionado Luís Gustavo para a continuidade do trabalho.

 

 

Se o atacante Marcos Vinícius tinha como reserva imediato Júnior Barros, hoje, os dois têm possibilidade de começar a partida, aparece uma vaga para o jovem Marcos Vinícius, vindo do Atlético Mineiro, como os nomes são idênticos, o jogador não se importa de ser chamado de Marquinhos. Ele foi acionado várias vezes por Ricardo Leão, fazendo a função até mesmo feita por Carlos Renato e será exercida por Jhonatan Oliveira, e correspondeu positivamente. Assim, Marquinhos já está em alerta, pois uma vaga no time titular parece próxima. “Tem hora que chamam Marcos e fico olhando que sou eu, mas pode chamar Marquinhos sim, para não confundir com ele, estou trabalhando para uma oportunidade e se ela aparecer, vou aproveitá-la, posso trabalhar no meio, na beirada e no Atlético já fazia isso. Um jogo difícil, vamos sair com os três pontos, todo jogo é uma final para nós, que buscamos uma vaga na Série D e termos um calendário cheio”, falou.

 

 

 

No Uberlândia, o técnico Alexandre Barroso precisa definir o substituto do atacante Wellington Melo, autor do gol da vitória contra o Villa e que foi expulso no final da primeira etapa. Um dos candidatos a entrar na equipe é o meia-atacante Jefferson Renan, que veio do Porto (PE) e que pode fazer a sua estreia no Mineiro. Outra alternativa seria a entrada de outro meia-atacante, Malaquias, que foi titular na vitória contra a Caldense, na terceira rodada. O meia Alê também corre por fora por uma vaga no time titular. Na retaguarda, o comandante alviverde deve decidir se retorna o zagueiro Rodolfo Mol à zaga titular. Está à disposição o zagueiro Rodolfo Mol, que ficou fora dos jogos contra Caldense e Villa. A tendência, porém, é que Barroso mantenha a zaga titular do Verdão, com Wellington Reis ao lado de Marco Thiago.

 

 

 

O Verdão é o quarto colocado do Mineiro, com nove pontos e o objetivo da temporada é a conquista de uma das duas vagas do estadual para a Série D do Brasileiro. O mesmo do Guarani de Divinópolis, que soma quatro pontos na disputa.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.