quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2015 08:56h Atualizado em 11 de Fevereiro de 2015 às 08:58h. Luciano Eurides

Guarani pode ter mudança na equipe que enfrenta o Cruzeiro

O Guarani de Divinópolis realizou na manhã de terça-feira o último treino coletivo antes da partida contra o Cruzeiro, a ser realizada hoje, às 22h, na Arena do Calçado, em Nova Serrana

No treino, Gian Rodrigues usou Carlos Renato e Iago. Assim, fica a dúvida entre quem inicia a partida.

O time de Divinópolis não tem nenhum jogador suspenso ou machucado, apenas Luis Gustavo sentiu uma entorse na semana passada e fez trabalhos à parte no gramado. O treinador, antes das atividades, ficou cerca de 20 minutos conversando individualmente com alguns atletas, depois reuniu um grupo. Do total, sete atletas não participaram da roda de conversa: Ruan Coimbra, Octávio Neto, Fred, Luis Felipe, Igão, Túlio e Luís Henrique. No centro do gramado a conversa com os jogadores levou 18 minutos e somente então teve início uma atividade coletiva. Gian iniciou com Carlos Renato e usou também Iago. Eles ficaram em revezamento pela lateral esquerda.
O atacante Fábio Júnior prevê um Guarani mais forte diante de uma grande equipe. “Fizemos um bom jogo, mas não o suficiente, podíamos ter matado o jogo e assim estarmos todos bem mais contentes E os erros fazem parte também do futebol, nossa equipe tem total condição de vencer, o principal vai ser a gente fazer nosso jogo. Estamos preocupados com nosso crescimento e isso foi demonstrado contra o Villa, vamos tentar surpreender o time deles”, falou.
Para Carlos Renato, o momento é de disputa por uma vaga. O treinador fará a definição no Guarani somente após observar o Cruzeiro. “Como disse na minha chegada, ninguém tem vaga garantida, vou brigar pelo meu espaço e o Iago é um grande jogador e está indo bem nos jogos, estou esperando minha oportunidade e se vai jogar ele ou eu vai depender do treinador. Tivemos uma conversa sobre o jogo, como vai ser, estudaremos o time do Cruzeiro e tem essa possibilidade, se vou jogar ou não, sem marcação especial, somos competentes e temos muito potencial, como o Cruzeiro tem. O campo, fiquei sabendo, é ruim, prejudicial para as duas equipes, os dois lados, onze contra onze”, disse.
Iago, o então titular da lateral da esquerda, confirma a indecisão no setor e confirma que Gian irá decidir em observação a maneira do adversário jogar. “A disputa é boa e sadia, Carlos chegou para ajudar e somar com o elenco, temos várias variações e o time não está definido ainda e vamos esperar o que vai acontecer. Na conversa que tivemos foi normal de treino, aquilo que pode acontecer com o time e para isso definir o melhor para o Guarani sair com a vitória em Nova Serrana. Acho que quando o Roger apoia, e isso ele faz bastante, aí sim fico na marcação. Vamos assistir nosso jogo contra o Villa e vi o lance do pênalti pela repercussão na imprensa e temos de esquecer isso, já temos outra pedreira pela frente”, disse o jogador.
Gian Rodrigues falou sobre o momento e o que será feito na concentração para deixar o grupo ainda mais comprometido com a vitória. “Na verdade, estão em período de recuperação e as conversas são naturais em cima do que o Cruzeiro joga, em cima daquilo que fizemos contra o Villa, mas vamos detalhar mais e passar o que esperamos da parte defensiva e ofensiva nossa. Recuperação de atleta não é só a parte física, mas também mental.”, considerou.
Por prováveis mudanças no time, o comandante técnico alertou que a decisão será tomada após o processo de recuperação terminar. “Dependendo da recuperação e ver quem sente menos vamos ter uma conversa, podemos ter mudança não só no setor do Iago, mas no meio campo também. Depende muito da recuperação deles. O Marcelo Oliveira pediu paciência porque está remontando o time, imagina time do interior que monta 100% da equipe, o Cruzeiro está jogando o ano todo, muito grande e respeitado e temos de pensar na gente. A intenção é manter o esquema, assistir o jogo, decupar, ou seja, separar partes, seja ofensiva e defensiva, até mesmo individual, esses pontos são importantes para o crescimento da equipe”, falou.
Estes vídeos ajudarão também a evitar lances, como o crucial diante do Villa Nova. “Com relação ao lance do pênalti que não foi, a bola estava indo em direção ao escanteio, mesmo se ele domina a bola ainda teríamos jogo, dou mais ênfase na origem da bola e assim mais determinante”, desacatou Gian e contou que a reunião com a supervisão de futebol foi no sentido de agradecer o apoio recebido. “Um agradecimento e definir situação a ser criada na concentração”, considerou.

 

Arbitragem
Apita o jogo Emérson de Almeida Ferreira (CBF/FMF), auxiliado por Celso Luiz da Silva (CBF/FMF) e Luiz Antônio Barbosa (CBF/FMF). Quarto árbitro, Adílio Ribeiro da Silva (FMF) e assessor Gílson Quaresma Ornelas.

 

REVENDA DE INGRESSOS
O Guarani publicou uma nota oficial onde esclarece os fatos ocorridos na partida frente ao América e se posiciona diante das denúncias da revenda de ingressos. A nota explica uma confissão por parte de um dos integrantes do quadro da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis (LMDD), assim, irá contratar uma empresa especializada para fazer o trabalho de portaria.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.