sábado, 5 de Março de 2016 08:26h Luciano Eurides

Guarani recheado de dúvidas para enfrentar a URT

O Guarani de Divinópolis enfrenta neste sábado a equipe da URT de Patos de Minas, em mais uma rodada do Campeonato Mineiro 2016

Em situação de alerta, o Bugre treinou uma equipe e ainda aguarda até a última hora para a definição da equipe. No treino tático da tarde de quinta-feira, o time titular contou com Leandro, Gil, Lula, Anderson Santos, Iago, Denilson, Renan, Felipe Caldeira, Júnior Barros, Jhonatan Oliveira e Marcos Vinícius. O time está com várias dívidas, Gil, por exemplo, treinou na lateral direita mesmo, no Parque do Sabiá jogou no meio, Felipe Cordeiro foi poupado por precaução, sentiu incômodo no joelho e o departamento médico preferiu prevenir. Mas não é descartada a possibilidade de jogar Cordeiro e Gil, como foi em Uberlândia.

 

 

Na quarta-feira, o treinador usou três volantes, mas com a notícia da punição de Genalvo, ele foi julgado e condenado a quatro jogos de suspensão. O departamento jurídico impetrou um efeito suspensivo e aguarda a resposta.

No treino tático, Caldeira pela direita, Júnior Barros centralizado no meio e Jhonatan Oliveira pela esquerda. Nesse meio-campo, ainda pode entrar Gil, só não contará mesmo com Carlos Renato, a recuperação não está concluída e seria um risco muito grande ao jogo e ao próprio atleta.

 

 

A defesa muda também, sai Murilo, suspenso pelo cartão vermelho recebido em Uberlândia, e entra Anderson Santos. Ele faz o terceiro jogo pelo Guarani e o primeiro que ele vai, efetivamente, iniciar a partida. Em Três Corações, ele jogou no lugar de Jean Pablo, este se machucou no aquecimento. Em Uberlândia, no lugar de Gil, para recompor a defesa após a expulsão de Murilo. “Venho trabalhando para isso, aconteceu de entrar em outras partidas e sei que isso pode acontecer e os riscos que a competição oferece também, tem de estar preparado, tive uma semana de preparação, estou sabendo que vou jogar e espero entrar e dar conta do recado, assim como o Murilo vinha fazendo. O calor da torcida ajuda, espero sim esse apoio. Foi possível entender a proposta de jogo”, garantiu.

 

 

O treinador Ricardo Leão não definiu, mesmo após o coletivo de quarta-feira e o trabalho tático da quinta, e afirma, vai aguardar Genalvo. “Fizemos o coletivo, o trabalho tático com recuperação para sábado, descontínuo, paralisando bastante e com jogadas que podemos fazer dentro do jogo. Aguardamos o Genalvo até o último momento, ele é o mais experiente da nossa equipe e faz falta sim, estamos confiantes no efeito suspensivo e, em um segundo julgamento, a redução da pena. Cordeiro sentiu um desconforto e tivemos o cuidado, isso houve também antes com ele mesmo, frente ao Tupi, e com Jhonatan, frente ao Uberlândia. Já Carlos Renato, não iniciou o processo de transição com a preparação física e, para este sábado, fica complicado, aguardamos para a próxima semana, o Marcos já fez uma semana de treinamento e tem condições de começar o jogo”, falou o treinador.

 

 

Na sexta-feira, foi realizado um treino técnico na parte da manhã, no Estádio Waldemar Teixeira de Faria, depois, almoço e concentração, esta segue até o horário da partida frente à URT. Apita o jogo: Igor Júnio Benevenuto, auxiliado por Marconi Heberti Vieira e Pedro Araújo Dias Cotta.

 

 


Sábado, 5 de março de 2016
16h TRICORDIANO X AMÉRICA
16h GUARANI X URT
18:30h TUPI X VILLA NOVA


Domingo, 6 de março de 2016
16h ATLÉTICO X TOMBENSE
16h BOA X UBERLÂNDIA
18:30h CALDENSE X  CRUZEIRO

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.