segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011 00:00h

Guarani se prepara para enfrentar o Atlético

Luciano Eurides

O Guarani tem pela frente uma indigesta partida contra o Atlético Mineiro. Se por um lado enfrentar uma das maiores equipes do Brasil é difícil, a vitória deixa o Bugre na liderança da competição e com muita moral para enfrentar uma difícil sequência. A partida terá início às 16h, os portões serão abertos às 14h e os ingressos já estão esgotados.

O time bugrino já está definido pelo treinador José Ângelo, apenas não divulgado. Ele espera a atividade de hoje, a ser realizada na parte da manhã, no Farião e mesmo o início da concentração. As alterações feitas no meio de semana, quando mudou o meio campo, a lateral esquerda e o ataque não devem prevalecer. O treinador falou de uma formação com poucas mudanças. “Ainda vamos estudar uma outra formação, estudaremos como o Atlético Mineiro vem e depois definirei a equipe. Nossa dificuldade é enorme, pois frustramos nosso torcedor no domingo e temos de ser inteligentes para surpreendê-los. Espero um posicionamento diferente e posso fazer uma mudança no ataque”, falou e considerou um jogo de inteligência, pois envolve a melhor defesa contra o melhor ataque. “Nós temos de passar tranquilidade e posicionamento”, considerou.

O capitão da equipe do Guarani, Michell Nunes falou da ausência de Tardelli e isso não diminui a preocupação com o ataque atleticano. “Todos lá tem qualidade e nós também temos e esperamos fazer um grande jogo e que consigamos uma grande vitória para nos aproximarmos do primeiro lugar novamente”, falou o zagueiro que garantiu não haver marcação especial planejada. “Temos de ter muita atenção com todos, Sabemos da qualidade do adversário, claro que os respeitamos, mas temos de impor nosso ritmo de jogo também e fazer um grande jogo. Procuraremos jogar de uma maneira equilibrada, tanto na parte defensiva quanto ofensiva, sabemos que todos tem seu posicionamento na marcação e na hora que estiver com a bola, saber atacar e agredir o adversário, saber chegar ao gol e concluir com qualidade. É de fundamental importância não levarmos o gol e se possível sairmos na frente para dar uma tranquilidade no placar”, disse.

O atacante Tiaguinho relembrou o jogo treino feito na Cidade do Galo, na oportunidade ele fez o gol que garantiu um placar de 1x1. “Naquela oportunidade tive o prazer de fazer um gol e agora é um jogo mais difícil, valendo três pontos, e torcemos pela vitória que é o mais importante. O time deles tem um ataque muito veloz, o Neto Berola é um atacante que temos de tomar cuidado com ele e temos um bom ataque vamos fazer um gol. Será um grande espetáculo para os torcedores”, falou o jogador que não acredita em uma marcação especial por conta do jogo treino realizado dentro da pré-temporada. “Se tiver, é sair dela o mais rápido possível”, falou.

O lateral Carlos César, um dos destaques da equipe nas duas primeiras rodadas quer esquecer o jogo contra o Uberaba e presentear a torcida com uma vitória. “Esquecer o jogo contra o Uberaba e voltar a fazer bons jogos.Contra o Atlético tem de ser um jogo muito bem feito, um jogo mais vibrante, mais ligado e faremos uma boa partida. O Atlético, independente de quem vai jogar, se fala tanto no Tardelli, que é uma peça importantíssima no ataque, mas eles tem um elenco muito bom e será um jogo difícil e teremos de ter cuidado com os detalhes, vamos entrar ligado e bem para fazer uma boa partida”, falou e concluiu que o resultado negativo frente o Uberaba aumenta a vontade de vencer da equipe belo horizontina. “Olha queríamos a vitória para amanhã contra o Atlético podermos jogar mais tranquilo, isso mudou, a expectativa é grande e estamos sentindo a obrigação de vencer. Temos trabalhado muito bem dentro e fora de campo e temos plenas condições de vencer”, ressaltou.

COBRANÇA

O diretor de futebol do Guarani teve uma longa conversa com a comissão técnica e jogadores, de portas fechadas no vestiário. O comandante técnico falou que é o momento da diretoria fazer as cobranças. “Temos que assumir que erramos, um time como o nosso não pode tomar dois gols igual nós tomamos e temos de ter personalidade para aceitarmos a cobrança. O futebol é isso, sem cobrança ele não existe e acho que foi de fundamental importância. Jogadores, comissão técnica e João Teixeira expuseram muito bem seus pensamentos”, disse.

SOLIDARIEDADE

Na manha desta quinta-feira (17), os jogadores do Guarani Chico Marcelo, Douglas e Emerson visitaram as instalações do Novo Hospital São João de Deus e alguns pacientes torcedores do time. Durante a visita os jogadores se reuniram com o Diretor Técnico do HSJD, Dr. Alair Rodrigues de Araújo e conheceram um pouco mais do projeto de ampliação e criação do novo CTI Adulto do Hospital.

Em seguida os jogadores visitaram no novo prédio do hospital um torcedor fanático pelo Guarani, levando palavras de carinho e incentivo para o paciente. Na oportunidade visitaram também o setor de Pediatria do hospital e se emocionaram com a história de dois garotos internados no hospital. No fim da visita, os jogadores presentearam os pacientes com uma camisa autografada e uma bola de futebol para cada um deles. Para Chico Marcelo, a visita foi bastante emocionante: “Ainda não tinha feito um trabalho assim e achei muito legal. Gostei de ver a felicidade dos garotos aqui e isso é sempre muito motivante pra nós. Sempre que tiver, vou querer participar” disse o atacante.

No próximo domingo o Guarani entra em campo para enfrentar o Atlético e na oportunidade abraçará a causa em prol da construção do CTI Adulto levando para o campo uma faixa de apoio ao Novo Hospital São João de Deus.

O ADVERSÀRIO

O treino desta sexta-feira começou com um recreativo na Cidade do Galo. Na sequência, o técnico Dorival Júnior separou os 11 atletas que vão começar como titulares no jogo deste domingo contra o Guarani e comandou trabalhos técnicos, explorando a bola aérea.

O lateral-esquerdo Leandro, os volantes Richarlyson e Serginho e o meia Ricardinho foram os responsáveis pelos cruzamentos. Na área ficaram os zagueiros Werley e Leonardo Silva, o volante Zé Luís e o atacante Magno Alves. O meia Renan Oliveira e o atacante Neto Berola ficaram na entrada da área, pegando as sobras.

INGRESSOS

A venda de ingressos durou duas horas. Os torcedores lotaram os postos de venda e rapidamente todos os ingressos disponíveis foram esgotados. Na Lugo Esportes e Rei do Pão de Queijo o número de ingressos por pessoa foi limitado a cinco e quatro respectivamente. Mil foram destinados a torcida do Atlético.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.