quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011 00:00h

Guarani se reapresenta consciente das batalhas a serem vencidas

LUCIANO EURIDES
luciano.eurides@gazetaoeste.com.br


O Guarani venceu na partida da estreia do Campeonato Mineiro a equipe do Ipatinga. A expressiva vitória por 5x0 deu moral para o grupo. A reapresentação foi descontraída e cheia de novidades, ainda mais com a chegada de reforços. Os treinamentos continuam no Farião até sábado. O próximo compromisso do Bugre é contra o Democrata, em Governador Valadares.
O time ganhou folga na segunda-feira, fez um trabalho regenerativo na terça-feira. Um tático ontem e a partir de hoje inicia-se os treinos específicos para a partida de segunda-feira, contra o Democrata. Na programação da equipe, eles seguem no sábado para Coronel Fabriciano onde irão treinar no sábado e domingo. Somente depois vão para Governador Valadares, onde o time da casa vem de um empate em 0x0 frente o América de Teófilo Ottoni.
O zagueiro Felipe, um dos melhores em campo diante do Ipatinga falou da alegria na vitória expressiva e sobre algumas sugestões a serem trabalhadas nestes dias que precedem o compromisso frente o Democrata. “Sempre bom frisar a atenção, ter atenção em todos os jogos, tem de se trabalhar e conversar bastante e não deixar cair esse bom momento que está vivendo o Guarani” falou e comentou sobe a ansiedade de estrear na competição. “Toda estreia dá um frio na barriga, se não tivesse não era estreia. Graças a Deus deu tudo certo, vamos trabalhar bastante para não deixar cair o ritmo. Amigos já me ligaram parabenizando e ressaltando ter bastante cautela e não se empolgar muito. O adversário da segunda-feira é complicado!”, disse e considerou a estreia um passo importante e fez um alerta. “Temos de continuar com os pés no chão”, afirmou.
O atacante Thiaguinho não fez gol, e não está preocupado com isso, pois a equipe como um todo fez cinco e a vitória foi apenas a primeira batalha destes guerreiros. “Faltou o gol, mas importante é que saímos com a vitória, diante de uma grande equipe como o Ipatinga e agora vamos pensar no Democrata, um jogo difícil, na casa deles”, falou e comentou a troca de companheiro de ataque, já que Bruno Fogaça treinou e Juninho estreou. “O Juninho tem qualidade. É um ótimo jogador, sabe jogar ali na frente, ajudou muito”, considerou e espera um bom resultado fora de casa. “O Democrata vem de empate, jogará em casa, com o apoio da torcida e virão para cima da gente. Nunca comecei uma competição com um resultado elástico como de domingo e espero mantê-lo”, falou.
O volante Emerson, natural de Divinópolis se apresentou ontem, ele esteve no campo, assistiu ao jogo, e de volta ao Guarani, embora seja a primeira vez que veste a camisa como profissional, está cheio de alegria. O jogador explicou a demora em se apresentar. “Estava com contrato com o Villa Nova, estava conversando com o Guarani desde as férias do ano passado, graças a Deus deu tudo certo, fiz a rescisão com o Villa amigavelmente e hoje estou vestindo a camisa do Guarani. Espero aproveitar o máximo e ajudar o time nesse campeonato mineiro. Chego bem, motivado, preparado, trabalhando bastante e aguardando oportunidade para colocar em prática meu futebol. Na verdade tenho de chegar para ajudar o grupo, jogando ou não, ninguém faz contrato para ser titular, se tiver a oportunidade de começar jogando tentarei agarrar e dar meu máximo. O José Ângelo que define. O grupo é forte e tenho ciência disso e os pés no chão”, falou o garoto do Niterói, hoje com 28 anos, é volante, com passagens por América e Cruzeiro.
O novo contratado, Emerson, começou a jogar futebol na quadra da paróquia Senhor Bom Jesus, onde ele, Segundinho, Renatinho e outros pulavam o muro e ficavam horas jogando na quadra. A partida terminava quando o sacristão, José Urias, os colocava para fora. Com a ida de um grupo de seminaristas para a paróquia eles passaram a jogar com eles, entre os seminaristas, este repórter. Enquanto muitos ficavam às margens da linha férrea e acabaram encontrando outros caminhos na vida, nem todos bons, Emerson fez da brincadeira que mais gostava a profissão. Segundinho também seguiu a carreira de jogador de futebol e hoje atua na Alemanha.
Ainda estão trabalhando com o grupo os jogadores Robert, 25 anos, atacante que vem do futebol português, e Wallace, meia, 20 anos, que vem emprestado do Cruzeiro. Os três jogadores chegaram na sexta-feira, porém realizaram todos os exames médicos e foram integrados oficialmente ao elenco na tarde de ontem.

Passaportes continuam a venda
Os passaportes continuam a ser vendidos, agora pelo preço de R$ 125,00, na Lugo Esportes. A próxima partida do Bugre em casa, será no dia 13/02 contra o Uberaba, as 17h. As outras serão contra o Atlético (20/02), América-BH (12/03), Tupi (20/03) e Funorte (10/04).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.