sábado, 14 de Março de 2015 06:19h Atualizado em 14 de Março de 2015 às 06:21h. Luciano Eurides

Guarani será definido somente no treino de hoje

O Guarani de Divinópolis reapresentou, treinou, mas não definiu o time que encara a Tombense na tarde desse domingo

Algumas questões ainda são duvidosas, pois Rafael Jataí soma três cartões amarelos, Marx Ferraz e Carlos Renato não jogaram contra a URT e ainda, Michel Cury fez apenas trabalhos à parte.

Na reapresentação e treino de sexta-feira não foi possível ver se muda o jeito de jogar, ou mantém o esquema. O treino em meio campo e dois toques dificultou a visualização do que pretende fazer Gian Rodrigues.

Mantendo o mesmo esquema de jogo e que não vem surtindo efeito, o volante Rafael Jataí pode ser substituído por Vinícius Kiss, o atleta iniciou a partida como titular, no lugar de Carlos Renato e já tem de origem a função de volante. Se não, a volta de Carlos Renato, o substituto imediato é Walterson. Para o lugar de Marx, a função será realizada por Cris.

Há uma corrente para a mudança do esquema de jogo, no 4-4-2, no quadrado e o time jogando o simples, e dessa forma Tardelli ganharia a vaga no ataque e faria dupla com Fábio Júnior. O time ficaria mais ofensivo e na busca pela vitória, único resultado que interessa ao Guarani nessa reta final de Campeonato Mineiro.

O treino na manhã deste sábado definirá o time que jogará, o esquema de jogo e será lançada a sorte do Bugre. Vinícius Kiss não sabe ainda como vai jogar. “Temos nosso objetivo na competição, que é sair dessa situação. Não sei o plano de jogo, se jogar, estou preparado, temos outros, também, mobilizados para essa função. Sou um volante de origem e faço aquela linha de três, quero contribuir e ele (Gian Rodrigues) sabe onde me utilizar de melhor forma”, falou.

Com relação à união do grupo, Vinícius Kiss afirma não ter tido nenhuma discussão com Michel Cury. “Acontece cobranças normais, em qualquer equipe, não aconteceu nada de anormal no nosso ambiente de trabalho e, infelizmente, os resultados não têm acontecido. Não tem nenhuma briga, em um treinamento houve uma cobrança normal. Falamos no futebol que a verdade está com quem vence e precisamos vencer”, disse.

Segundo Kiss, o treinador Gian Rodrigues tem o apoio dos atletas. “Ele fez todo trabalho de pré-temporada, um ótimo trabalho tático e técnico, mas infelizmente não demos resposta dentro de campo, ele não entra em campo, a responsabilidade é nossa”, garantiu.

O lateral Iago confirmou a unidade da equipe e sente a ausência de vitórias. “Estamos fazendo bons jogos, mas infelizmente a vitória não vem, tropeçamos contra o Democrata e não podemos fazer isso de novo, precisamos de mais intensidade. Não me sinto sobrecarregado, se tiver que eu jogue, o Carlos Renato ou mesmo os dois. Todos fazem falta, estávamos nos entrosando pelo lado esquerdo, é necessário mudar, dar uma chacoalhada e buscar forças. A diretoria é muito honesta conosco e temos que responder. Dentro de campo há muitas cobranças, todos vêm cobrando um do outro e conversamos bastante, já temos que mostrar mais futebol para conseguir as vitórias”, declarou.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.