sexta-feira, 29 de Junho de 2012 14:59h Luciano Eurides

Guarani treina; Nacional e Volta Redonda estreiam

O Guarani voltou aos treinamentos e amistoso para suprir essas duas semanas onde estará de folga na série D. Já o Nacional ainda não está definido para a estreia na competição.

O Guarani voltou aos treinamentos e amistoso para suprir essas duas semanas onde estará de folga na série D do Campeonato Brasileiro. Já o Nacional ainda não está definido para a estreia na competição.

 


O Nacional Esporte Clube estreia no Campeonato Brasileiro da série D, na próxima segunda-feira, às 20 horas, na Arena do Calçado, contra o Aracruz - ES. A partida será válida pela segunda rodada da competição. Se preparando desde o início de maio para disputar o brasileirão, o Búfalo espera uma vitória diante de seu torcedor.

 


Esta será a quarta partida do Búfalo em sua nova casa, Arena do Calçado. No Campeonato Mineiro, o Nacional conquistou duas vitorias e um empate. Diante de seu torcedor, o Búfalo espera manter a invencibilidade e iniciar a competição nacional conquistando os três pontos.

 


Para a partida contra o time capixaba, o técnico José Ângelo deverá colocar em campo a base do time que foi utilizado nos jogos-treino durante a preparação. O treinador revelou que ainda possui dúvidas em alguns setores, como no gol, no meio campo e na dupla de ataque. A escalação oficial do time será divulgada somente na segunda-feira, antes da partida.

 


O Guarani se prepara para buscar pontos fora de casa. Depois de estrear com derrota o treinador Gian Rodrigues comandou um jogo treino contra o Sub 20 do Cruzeiro, mas foi no reino coletivo que ele apontou os principais erros da equipe e os jogadores foram reposicionados, um deles o lateral da esquerda Tita, bem como o entrosamento dele com Zé Maria. Balduíno colocado como volante central e Ivan pela direita. A formação da equipe a mesma, com Jouberh flutuando pelo meio campo e Robertinho aparece mais pela esquerda, embora também auxilie na marcação.

 


Curiosamente o time reserva trabalhou no 3-6-1, possivelmente um esquema do Volta Redonda já descoberto pelo treinador do Bugre. Nos reservas destaque para esquerdinha, com uma marcação especial sobre Carlinhos conseguiu anular o lateral; Esquerdinha é rápido, leve e pede as bolas sempre na ponta onde encarar a marcação mesmo com pouco espaço. Aplica dribles desconcertantes a exemplo do que normalmente acontece no futsal.

 


Na segunda parte dos trabalhos Esquerdinha fez a marcação em Ivan, eis que Carlinhos passou a chegar com mais naturalidade pelo setor direito inclusive fazendo o gol. Pelo visto, o treinador quer a equipe atenta para sair dessa marcação.

 

VOLTA REDONDA

 


Já teve baixas o meio campista Glauber acabou não aceitando as bases salariais proposta para a renovação do seu contrato. Com isso, ele deve realmente deixar o Volta Redonda. A presença de Glauber no elenco de garotos que está sendo armado às pressas para disputar a Série D do Campeonato Brasileiro era considerada duplamente importante. Apesar de Glauber ainda não ter se pronunciado, ontem o dirigente Wilton Arbex confirmou que o jogador não fica no clube para a competição. Segundo Arbex, no início das negociações as chances eram boas para que Glauber pudesse renovar o contrato até o final do ano. Durante as negociações, o jogador acabou não aceitando os valores propostos para a renovação do contrato. “Estava bem encaminhado, mas o Glauber voltou atrás e resolveu seguir outros caminhos” - disse o dirigente, que prosseguiu: “Tentamos manter contato com Glauber, mas ele não retornou as ligações para sabermos os reais motivos de ele ter recusado a proposta” - afirmou.

 


Outro que não deve seguir no clube é o meia atacante Sampson, que apesar de ter apenas 20 anos estaria propenso a abandonar o futebol ou então conseguir a liberação para tentar jogar em outro clube. As procuras por dois laterais, um meia e um atacante prosseguem, mas a diretoria está encontrando dificuldade para fazer as contratações. Desde que iniciou a montagem relâmpago do elenco, o Voltaço recebeu uma série de negativas, inclusive de atletas que jogam na segunda divisão do Campeonato Estadual ou estão sem atividades. Foi assim com Thiago Amaral e Rafael, do Barra Mansa, assim como ocorreu com Hiroshi e Iuri, do Resende.
O time faz um treinamento coletivo, no Estádio da Cidadania, quando o técnico Elson Roberto deverá escolher os onze titulares para o jogo contra o Friburguense, domingo, em Friburgo.

 


O registro dos novos contratados é outro problema para a diretoria resolver até sexta-feira. Até o final da tarde de ontem os nomes dos novos contratados não haviam sido publicados no BIRA da Federação do Rio de Janeiro e nem no BID da CBF que são os boletins que garantem registro de atletas nas entidades.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.