quinta-feira, 27 de Outubro de 2011 14:04h Atualizado em 27 de Outubro de 2011 às 15:03h. Luciano Eurides

Guarani volta aos treinamentos pensando no Boa

O Guarani voltou aos treinamentos visando a partida frente ao Boa de Varginha. Muito trabalho para ser realizado nos próximos dias. Erros de marcação, alto número de gols sofridos, tudo preocupa, a média de gols sofridos é de 1,83 por partida. Em nenhuma apresentação a equipe deixou de levar pelo menos um gol. Reforços chegam, Éder Pfister Silva, 20 anos, antes no América, já treina com o time.


No trabalho realizado pelo técnico Gian Rodrigues, de um lado do campo ele colocou volantes e meias tocando a bola nos atacantes que faziam o pivô ou batiam para gol, sempre alguém acompanhando o rebote. Essa jogada rápida de ataque e finalização foi repetida exaustivamente e Edu Sales, mais uma vez se destacou.Enquanto de um lado do campo as jogadas eram de ataque, o sistema defensivo (zagueiros e laterais) faziam um trabalho de força e cruzamento.


Durante o trabalho o volante Lima não se sentiu bem, procurou o fisioterapeuta e deixou o gramado, a princípio com alguma dor ao tentar se movimentar com rapidez. Já Éder, o último a ser integrado ao grupo, sentiu-se a vontade no treino. “Eu já conhecia alguns que jogaram comigo no América e no Cruzeiro, fui bem recepcionado, estou me sentindo bem, eu sou de Arcos e aqui estou em casa”, disse ele que ainda não jogou contra o Guarani, mas conhece bem a cidade onde atuou várias vezes pelo América, enfrentando o Divinópolis Esporte Clube (DEC) e mesmo pela Taça BH de Futebol Junior. “Quando profissional pelo América disputei a Taça Minas Gerais onde o Guarani não estava, mas contra o DEC sempre fiz bons jogos e também contra Palmeiras e Vasco pela Taça BH joguei aqui (Farião) é sempre bom voltar e ajudar o Guarani”, falou e acrescentou ainda estar em período de adaptação ao estilo de jogo, fisicamente está bem. “O estilo do profissional do Guarani, cada time tem um estilo de jogar e eu gostei muito dos treinos e do grupo e estava treinando. O contrato terminou agora e esta é uma boa oportunidade para eu conquistar meu espaço”, considerou.


O Boa solicitou a Federação Mineira de Futebol a alteração do dia e horário da partida. O Guarani não concordou, mas a decisão é do Departamento Técnico da entidade. O treinador Gian Rodrigues falou do planejamento da semana e garantiu não haver grandes alterações. “Conversamos bastante, atingimos nossa meta de entrar no grupo de classificação, sabemos o jogo difícil que temos pela frente, o grupo está bem, alegre, feliz e concentrado e sabendo da responsabilidade que temos. A visão da comissão é manter o jogo, horário é horário. Sabemos que o Boa quer mudança para entrar com o time A, a programação está feita e não irá mudar, caso altere, também existe programação”, considerou.


O time não tem desfalques, nenhum jogador suspenso ou mesmo machucado. A conclusão dos trabalhos deve ser feita na sexta-feira, o hotel em Varginha já está reservado e se a partida tiver a data alterada, esse itinerário, também muda.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.