sábado, 6 de Fevereiro de 2016 05:04h Atualizado em 6 de Fevereiro de 2016 às 05:13h. Luciano Eurides

Guarani volta aos treinos já pensando no Tricordiano em Três Corações

O Guarani de Divinópolis, depois de uma estreia sensacional, ao vencer o América por 3x0, dentro do Farião, encara um novo desafio, o Tricordiano, em Três Corações, na Terça-feira de Carnaval, às 20h

Muda o clima de jogo, as circunstâncias e entra o fator de desconhecer o adversário. Tudo isso será trabalhado a partir de hoje, quando já recomeçam os treinos.

Um dia de folga, uma recuperação física e muita conversa. Essa é a cartilha para encarar o novo desafio. O time, pelo menos a princípio, não muda, apenas o zagueiro Lula, que deixou o campo contundido, está em avaliação, caso ele não tenha condições de jogar, o zagueiro Jean Pablo deve ser o titular. O treinador Ricardo Leão não demonstrou vontade de alterar o time, mesmo porque teve aproveitamento total diante do América Mineiro. Soube marcar, atacar e até mesmo administrar, quando colocou o Coelho em um embaraçoso ‘Olé’.

Segundo o treinador, é um período curto. “Estamos vindo de um período de dez dias trabalhando sem folga, nosso jogo foi adiado, mas não descansamos, trabalhamos sábado, domingo, na segunda, terça e quarta-feira. Nosso time precisa descansar e, ao mesmo tempo, se preparar para esse jogo contra o Trocordiano”, falou.

Frete ao América, o time teve a torcida a favor, isso foi destacado pelo volante Renan. “Quebramos um tabu, o clube está de parabéns, a torcida que, em uma quinta-feira, 16h, encheu o estádio e para eles vai a vitória. Parabéns ao Dudu e ao Ricardo pelo trabalho, preparação física para aguentarmos os 100 minutos, pois foram cinco de acréscimo em cada tempo, acho que agora é respirar e nosso carnaval é treinando, vamos conseguir uma vitória fora de casa”, considerou.

O América é um time conhecido, ao contrário do Tricordiano. Eles treinaram escondido em Eloi Mendes, fizeram jogos treinos com equipes amadoras, mas o Guarani tem uma arma que ninguém esperava. O conjunto. Como afirma Renan. “Jogamos bem, começamos bem, acho que somos mais fortes”, está confiante, mesmo diante do desconhecido.

Dessa vez, quem faz a viagem, sofre o desgaste de sair da zona de conforto é o Guarani. Para amenizar isso, é importante os atletas estarem descontraídos e, assim, sentir menos o clima desfavorável. Pelo visto, isso não será problema. O entrosamento foi visto até mesmo nas comemorações.

 

 

 

Ingressos Guarani x Atlético à venda

Os ingressos para a partida entre Guarani x Atlético já estão à venda nos três pontos autorizados para comercialização, Ponto do Cartão, Galera dos Esportes e Farião. Os valores são: Módulo R$60,00 (inteira) R$30,00 (meia) e Arquibancada R$40,00 (inteira) R$20,00 (meia). As meias entradas também serão comercializadas antecipadamente e respeitará a carga de 40% dos ingressos, como determina o Estatuto do Torcedor.
Foi realizada uma reunião de segurança para o jogo contra o Atlético na manhã desta sexta-feira (05). Diretores do Guarani se reuniram com representantes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Settrans, Vigilância Sanitária, empresa de segurança e bilheteria para discutirem ações de segurança e logística para a partida entre Guarani x Atlético, no dia 13, às 17h, no Farião. O encontro acontece sempre na semana que antecede todas as partidas de mando do Bugre.
Para o jogo contra o Atlético, ficou decidido que a abertura dos portões será às 15h. Não será permitido entrar no estádio usando camisas do Cruzeiro Esporte Clube e/ou de suas torcidas. A carga de meia entrada será de 40%, como pede estatuto do torcedor e será colocada à venda antecipada. Para entrar no estádio, os que possuem o direito à meia entrada devem apresentar o documento. A torcida organizada do Atlético ficará no espaço destinado à torcida visitante, com acesso pelo portão 11. Não será permitida a instalação de barracas no entorno do Farião, respeitando uma distância de 200mts da entrada.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.