segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 16:01h América/MG

Guerreiro: "Vitória na sexta vale mais que título"

O capitão Leandro Guerreiro assistiu à derrota para o Fluminense no domingo de sua casa, sem poder ajudar a equipe em campo, devido à suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Na reapresentação da equipe nesta segunda-feira (15/8), no CT Lanna Drumond, dando início à preparação para mais um jogo decisivo no Campeonato Brasileiro, agora contra a Chapecoense, na sexta-feira (19/8), às 21h30, na Arena Independência, Guerreiro falou sobre a importância do próximo desafio, classificando o jogo como “mais importante do que uma decisão de título”.

“O jogo contra a Chapecoense ficou mais do que decisivo, então, nós temos que vencer, conquistar os três pontos de qualquer maneira. Esse é o nosso papel. Em dois jogos, nós temos que fazer no mínimo 50% (de aproveitamento). Daí pra cima, de três pontos pra cima, se quisermos nos manter na Série A. Não podemos deixar chegar a uma condição impossível, então é um jogo que vale mais que título, é o jogo da nossa meta. É essa pontuação mínima que temos que fazer em dois jogos”, enfatiza Guerreiro.

Mesmo com a necessidade de conquistar os três pontos em casa, Leandro Guerreiro adverte contra o desespero. O capitão prega respeito ao adversário, mas afirma que os jogadores americanos devem demonstrar muita garra e entrega em campo para conseguir o triunfo tão almejado.

“Não podemos ter desespero também. Se não tiver tranquilidade, não adianta nada e tudo vai por água abaixo. Então temos que ter a casa arrumada, o time arrumadinho, para que a gente possa surpreender a Chapecoense. Sempre respeitando a Chapecoense, um time forte e que já nos venceu. Mas, com muita garra, vontade e determinação, podemos vencer. É o que precisamos ter para conseguir nosso objetivo”.

SEM ACOMODAÇÃO

Inspirado nos grandes atletas de diferentes esportes, o capitão americano afirma que o time não pode se acomodar na disputa do Brasileirão. Qualquer jogo que o América for disputar deve ser encarado como decisão.

“Falei com os colegas que, o diferencial de atletas que são fenômenos é que eles conseguem vencer essa barreira da acomodação. Eles ganham um jogo e já estão preparados para o próximo, nunca estão contentes. E é isso que temos que colocar na cabeça. Ganhamos do Santos, que era o primeiro colocado, e demos uma acomodada. Não podemos fazer isso. Agora, todo jogo é mais que uma decisão”, finaliza o volante americano.

PROGRAMAÇÃO

A preparação para a decisão contra a Chapecoense segue em ritmo intenso no CT Lanna Drumond. Os jogadores retornam aos treinamentos na manhã desta terça-feira (16/8), quando o técnico Enderson Moreira comanda mais uma atividade visando o confronto de sexta, na Arena Independência. Na quarta e na quinta os treinos serão no período da tarde.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.