quinta-feira, 15 de Janeiro de 2015 10:20h

Guilherme ainda é dúvida no Galo

Depois de contratar Ricardo Oliveira, o Santos está atrás de outro atacante para 2015: Guilherme, do Atlético

Os dirigentes santistas enviaram uma proposta oficial para os agentes do atleta na última semana. Ele tem contrato com o Galo até o fim de março. Os dirigentes santistas aguardam uma definição ainda nesta semana.
Em novembro do ano passado, Guilherme foi oferecido ao Santos, mas a negociação não foi adiante por causa das eleições para a presidência do clube, que foram vencidas por Modesto Roma Junior. Retomada neste ano, a negociação não avançou por causa da grave crise financeira vivida pelo Santos, que causou o atraso no pagamento dos salários de jogadores e funcionários. Apenas nessa terça-feira a diretoria confirmou o pagamento de dois salários atrasados – restam ainda o mês de dezembro e o 13º.
Apesar do momento financeiro conturbado, Guilherme seria o quarto reforço da temporada. O Santos contratou o meia Chiquinho e acertou o retorno de Elano e Ricardo Oliveira até o fim do Campeonato Paulista. Os atacantes do atual elenco são Robinho, Stefano Yuri, Geuvânio, Gabriel e Diego Cardoso.
Melhor lateral-direito do Brasil nos dois últimos anos, Marcos Rocha espera manter o alto nível de atuações em 2015 e conquistar mais títulos pelo Atlético. “Espero que, em 2015, eu possa continuar fazendo meu trabalho bem feito e sendo um jogador regular como fui nos últimos anos. Não só eu como toda a equipe do Atlético, temos muito a crescer e evoluir nesse ano que começa”, disse Marcos Rocha.
“Espero que a gente possa brigar por títulos, como vem acontecendo, e manter esse trabalho, esse foco, essa união que temos dentro de campo e fora de campo, junto com a torcida, o que vem surtindo bastante efeito, Que seja um ano maravilhoso e a gente possa conseguir títulos”, acrescentou o lateral.
O jogador atleticano fala com naturalidade sobre uma nova convocação para a Seleção Brasileira. “Fazendo o melhor pela minha equipe, consequentemente terei o reconhecimento individual. Claro que penso em Seleção Brasileira e espero ter a minha oportunidade. Tenho que continuar com meu trabalho, meu foco, pés no chão e fazendo o melhor para o meu clube. Tenho certeza que, fazendo o melhor para o meu clube, o Atlético estando sempre buscando títulos, o reconhecimento vai ter que chegar para a Seleção”, comentou.
Rocha concluiu comentando a disputa da Copa Bridgestone Libertadores. “Já estamos pensando nesses jogos importantes. Somos a equipe brasileira que mais irá viajar na fase de grupos da Libertadores e temos que fazer um bom planejamento para que o desgaste não venha.”

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.