quarta-feira, 25 de Março de 2015 10:37h Atualizado em 25 de Março de 2015 às 10:42h.

Guilherme renova com o Galo para brigar pela artilharia

Final feliz para a novela envolvendo o meia-atacante Guilherme e o Atlético. O clube anunciou no final da noite dessa segunda-feira a renovação de contrato com o jogador até o fim desta temporada

O vínculo anterior vencia nesta quarta-feira, dia 25.
O acerto ocorreu após reunião entre os representantes do armador, os irmãos Ivan e Sérgio Suárez, e a cúpula atleticana, nessa segunda. A renovação contratual de Guilherme se arrastava desde o ano passado e a saída do jogador chegou a ser dada como certa. O Santos era um dos clubes interessados em tirar o meia do Galo. No entanto, o técnico Levir Culpi queria manter o jogador no elenco.

Apesar do histórico de seguidas lesões musculares, Guilherme teve papel importante nas conquistas da Copa Libertadores (2013) e da Copa do Brasil (2014). Ele ainda não atuou nesta temporada, em razão de uma lesão muscular. No entanto, está na fase final de recuperação e deve voltar ao time em breve. Guilherme chegou ao clube em 25 de janeiro de 2011 e custou R$ 14 milhões, em valores da época. Ele defendia o Dínamo, da Ucrânia.
Dois jogadores têm sido imprescindíveis para o Atlético neste início de temporada. Artilheiros do time em 2015, os atacantes Luan e Lucas Pratto vêm se destacando não somente pelas boas atuações, como também pelas bolas na rede. Juntos, eles já fizeram dez dos 22 gols já anotados pela equipe, o que corresponde a 45,4% do aproveitamento ofensivo do elenco no Campeonato Mineiro, na Copa Libertadores e no amistoso contra o Shakhtar Donetsk-UCR.
A dependência dos dois atacantes ficou evidente no último domingo, quando eles foram os responsáveis por comandar o Atlético na vitória sobre o Tombense, em Ipatinga, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. Luan fez duas vezes e chegou a cinco gols no ano, igualando-se a Pratto, que deixou sua marca em cobrança de pênalti.
Em sete jogos, Lucas Pratto registra média de 0,71 gol por partida e ainda deu dois passes para os companheiros balançarem as redes. Já no período em que o argentino desfalcou o time por lesão, coincidentemente, o Galo venceu apenas o Guarani, pelo Campeonato Mineiro. Perdeu para Caldense e América, e empatou com o Cruzeiro, no Estadual. Na Copa Libertadores, derrotas para Colo-Colo-CHI e Atlas-MEX.
Luan foi mais assíduo e entrou em campo em 12 das 13 partidas do Atlético no ano. Além de balançar as redes, o atacante contribuiu com três assistências. O desempenho do jogador é semelhante com o do ano passado quando foi o vice-artilheiro do time, com 11 gols, ficando atrás apenas de Diego Tardelli, que anotou 19.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.