sexta-feira, 2 de Outubro de 2015 12:02h

Guilherme Xavier afirma que é mais difícil jogar contra times que estão na zona de rebaixamento

Enquanto o Coelho briga pelo acesso, a equipe do Mogi Mirim se encontra na lanterna da competição, com apenas 22 pontos – nove a menos do que o primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Macaé, com 31 pontos

A situação desesperadora do adversário, porém, não ilude ao jovem Xavier (20 anos), que vem atuando como titular na lateral esquerda.
O lateral foi destaque no treino desta quarta-feira (30/09), no CT Lanna Drumond. Para ele, enfrentar equipes em má colocação é até pior do que times que estão brigando na parte superior da classificação. “O Mogi Mirim é o último colocado, mas em minha opinião, é mais difícil jogar contra o último do que com quem está brigando lá em cima. Porque eles estão desesperados e sabem que só faltam 10 partidas para tentar fugir da zona de rebaixamento. Tenho certeza que sábado não será diferente, vai ser um jogo bem difícil contra o Mogi”, prevê Xavier.
Após a lesão do lateral esquerdo Raul, a posição no lado esquerdo do time acabou sendo herdada por Xavier. O jovem atleta do Coelho afirma que sabe da responsabilidade de uma reta final e enfatiza queestá sabendo lidar com o momento, sempre com consciência e serenidade. “Agora já está bem tranquilo, dentro e fora de campo. Eu fico sempre com a cabeça no lugar para não deixar a euforia tomar conta. Para estar sempre ciente e sempre ligado no que está acontecendo tanto dentro quanto fora de campo”.

 

RELAÇÃO COM O COMANDANTE
A naturalidade demonstrada por Xavier nos momentos em que ele foi exigido tem grande relação com o trabalho do técnico Givanildo Oliveira. O jovem americano afirma que o comandante do Coelho tem o respeito de todos os atletas, porque trata todos com muita honestidade. “É raro no futebol ter pessoas como ele. É uma pessoa muito honesta e transparente não só com os jogadores, mas também perante a Diretoria. Ele é mais calado, mas sempre que tem algo para falar que seja individual ou para o grupo ele chega e fala. Além de um ótimo treinador é um ser humano espetacular”, elogia o jovem jogador.
Os jogadores, nesta sexta-feira, pela manhã, viajam às 9h para São Paulo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.