sexta-feira, 26 de Abril de 2013 08:26h Superesportes

Há cinco dias no Brasil, boliviano dorme na rua e passa fome para conhecer R10

Sem dinheiro, sem local para ficar. Há 10 dias, Elion Quintasi, 18 anos, deixou Potosí, na Bolívia. Está há cinco em Belo Horizonte. Todo esse sacrifício tem um objetivo: conhecer Ronaldinho Gaúcho.

Graças ao massagista Helinho Black o sonho foi concretizado nesta sexta-feira. O funcionário do Atlético ficou sabendo da história, conversou com o técnico Cuca e Elion teve acesso à Cidade do Galo.

O boliviano tomou café da manhã, ganhou duas camisas autografadas por Ronaldinho e curtiu alguns minutos ao lado do ídolo.

“Vim para ver o Ronaldinho, meu ídolo. Também conheço o Bernard, o pequeno, muito rápido. Estive no Mineirão na quarta-feira, mas não consegui ingresso para ver o jogo do Brasil contra o Chile. Mas hoje pude conhecer Ronaldinho”, disse.

Depois desta sexta-feira, a aventura de Elion ficará mais tranquila. Os jogadores do Atlético e o técnico Cuca fizeram uma “vaquinha” e vão pagar uma pensão para o fã de Ronaldinho passar a noite. Além disso, uma passagem de avião, neste sábado, foi providenciada para o boliviano voltar para casa.

“Mandei ele entrar para conhecer o Ronaldo. Ele me contou a história. Ele me disse que a mãe e o pai não sabem que ele esta aqui. O sonho dele é jogar futebol. Dei uma bola para ele e precisa ver o que ele faz com a bola”, disse o técnico Cuca.

Elion se diz jogador da base do The Strongest. Ele também revelou que acompanhou o jogo do Atlético contra o The Strongest, em La Paz, pela Copa Libertadores.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.