sábado, 19 de Outubro de 2013 06:01h

Henrique entra no time do Cruzeiro

Uma das principais opções para a vaga do volante Lucas Silva no confronto de domingo, contra o Coritiba, no Paraná, Henrique disputou apenas seis partidas na temporada com a camisa cinco estrelas, mas não teme a falta de entrosamento e espera ter mais uma

Uma das principais opções para a vaga do volante Lucas Silva no confronto de domingo, contra o Coritiba, no Paraná, Henrique disputou apenas seis partidas na temporada com a camisa cinco estrelas, mas não teme a falta de entrosamento e espera ter mais uma vez um bom entendimento com o restante da equipe, especialmente com Nilton, o primeiro volante do time celeste.
Henrique garante estar pronto. “Estou 100%, estou descansado, faz tempo que estou treinando somente, às vezes entrando nas partidas, às vezes jogando. A gente está esperando uma oportunidade, de fora, sempre preparado, treinando forte, treinando firme para quando aparecerem essas oportunidades, poder aproveitá-las”, disse o atleta. “Todos os jogos que eu joguei com o Nilton, sempre nos demos bem, sempre vencemos e espero que isso se mantenha. Acho que não vai ter problema, a gente já trabalha o dia a dia e acho que no jogo é conversar e encaixar da melhor forma possível” completou.
Henrique participou de um treino técnico na tarde desta quinta-feira, na Toca da Raposa II, debaixo de muita chuva, juntamente com os demais atletas que não enfrentaram o Fluminense. Já os jogadores que atuaram na vitória sobre a equipe carioca, na noite de quarta-feira, no Mineirão, fizeram atividades regenerativas.
De sensação do Campeonato Brasileiro a candidato ao rebaixamento. Esse é o Coritiba, próximo adversário do Cruzeiro que caiu bastante de rendimento desde a última vez em que se enfrentaram. No duelo válido pela 11ª rodada, ainda no primeiro turno, a Raposa estava no terceiro lugar, enquanto o Coxa era o vice-líder. O time celeste venceu por 1 a 0 e ultrapassou os paranaenses.
Mas agora a situação é completamente diferente. O Cruzeiro é líder disparado, com dez pontos de vantagem para o segundo colocado, e o Coritiba despencou na tabela, caindo para a 16ª posição. O time alviverde tem a pior campanha do returno e já trocou de treinador, colocando Péricles Chamusca no lugar de Marquinhos Santos.
Um dos destaques da equipe celeste, o meia Everton Ribeiro estava no Coritiba no ano passado e irá reencontrar o ex-clube pela primeira vez no estádio Couto Pereira. Por isso, o camisa 17 não sabe qual será a reação da torcida adversária. “Espero que a recepção seja boa, pois fiz um bom trabalho lá. Mas se tiver vaia é normal também, até pela situação em que eles se encontram”, observou.
Com apenas uma vitória nos últimos 11 jogos, o Coritiba é mais um dos times que luta contra o rebaixamento e que o Cruzeiro irá enfrentar, depois dos duelos com São Paulo e Fluminense. Mas a Raposa terá que tomar cuidado com um jogador em especial, que é ídolo dos torcedores celestes e pode decidir uma partida sozinho: o meia Alex. “É um craque que tem mostrado todo o seu potencial no Campeonato Brasileiro. Temos que marcá-lo muito bem e diminuir as faltas perto da área porque ele é um excelente cobrador”, alertou.
Na temporada passada, o Cruzeiro foi a Curitiba e saiu goleado por 4 a 0. Agora, em um momento diferente, o lateral-direito Ceará não espera devolver o placar, mas obter os três pontos, que serão suficientes para aproximar a equipe ainda mais do título. “Já estive lá algumas vezes, infelizmente a última não foi muito boa. No ano passado, a gente perdeu feio, mas este ano vamos com o foco diferente, com o objetivo bem traçado e, se Deus quiser, vamos conseguir um bom resultado no Couto Pereira”, afirmou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.