quinta-feira, 9 de Outubro de 2014 05:58h Atualizado em 9 de Outubro de 2014 às 06:10h. Luciano Eurides

INSSC termina com grande festa as Olimpíadas 2014

Foram realizadas na noite de terça-feira as finais do handebol feminino e futsal masculino das Olimpíadas do Instituto Nossa Senhora do Sagrado Coração (INSSC).

A escola Crescer venceu no handebol e futsal 2000/2001. O INSSC vencedor no futsal 98/97.
No futsal masculino 2000-2001 a escola Crescer ficou com o título depois de um persistente empate. O time abriu o placar aos quatro minutos e meio de jogo com Samuel. Ele chutou forte e no ângulo do goleiro, Fernando. Aos oito e meio, gol olímpico de Antônio e o INSSC chegou ao empate.
O placar de 1 a 1 se manteve por todo o restante da primeira etapa e, no segundo tempo, as duas equipes entraram com muita marcação e indo para o jogo apenas quando tinham o domínio de bola. O goleiro, Fernando, fez as melhores defesas da partida, mas nem por isso havia hegemonia do Crescer. Na prorrogação o lance de maior tensão foi nos segundos finais, na cobrança de falta a favor do Crescer, mas a excelente oportunidade foi jogada para fora.


Com o empate, a decisão foi para os pênaltis. Crescer teve 100% de aproveitamento com Felipe, Samuel e Tiago. Já o INSSC assinalou com Dudu e Antônio, mas uma das cobranças ficou no travessão, dando o título para a Escola Crescer. O goleiro, João Vitor, improvisado no gol, destacou a raça do time e que queria ainda, mesmo não sendo goleiro, a defesa da última penalidade.


“Foi emocionante, mesmo porque eu não esperava, eu não me preparei para jogar no gol, foi na garra mesmo. Tentei os lançamentos, alguns certos, eu esperava catar o último pênalti, mas não deu certo. Ele chutou muito forte, mas é assim mesmo e temos é de comemorar”, disse João.
No futsal masculino, categoria 98-97, um grande jogo. Joaquim Nabuco e INSSC mostraram ser hoje duas potências no futsal escolar. O INSSC, jogando em casa e empurrado pela torcida, abriu o placar aos três minutos e quarenta e cinco com Yuri. Ele recebeu e não fez o pivô, girou de primeira e com estilo fez 1 a 0. O empate do Joaquim Nabuco veio aos sete minutos e vinte e três com Vitor. Ele recebeu o passe de Hilo, na entrada da área, e emendou para o gol, assinalando 1 a 1.


O jogo se tornou aberto, as duas equipes com grande potencial ofensivo, os goleiros tiveram muito trabalho para garantir o placar. Tulio, do Joaquim Nabuco, e Pedro Franklin, goleiro do INSSC, tiveram um duelo sensacional, os chutes do ala ficaram nas boas defesas. Hilo também tentava de todas as formas, Rafael teve grande chance, mas não dominou a bola.


Pelo lado do instituto a saída com velocidade era muitas vezes interceptada e o placar ficou igual até os dois minutos da prorrogação. O gol da vitória foi marcado por Yuri. Uma bola do meio da quadra, ele aplicou um voleio espetacular e, sem defesa para o goleiro do Joaquim Nabuco, fez 2 a 1 para o INSSC.


O atleta Yuri falou da importância do jogo, do gol e do título para ele, os demais atletas e muitos que neste ano deixam a escola. “Um jogo muito apertado e equilibrado, as duas equipes jogam muito bem e como tem de ter um vencedor, foi a gente graças a Deus. Jogamos juntos há um bom tempo e disputamos vários campeonatos juntos. Saíram alguns jogadores, mas a base é praticamente a mesma e isso nos ajuda muito durante os jogos. Fiquei parado seis meses por conta uma lesão no joelho e voltei agora para este campeonato e pretendo dar sequência agora”, disse.
E ainda ressaltou ter encontrado uma marcação muito forte, especialmente Tulio e Hilo que a fazem muito bem. “Com a passar dos jogos, ganhando confiança, as oportunidades vão aparecendo e esse jogo difícil por conta da marcação, mas houve o espaço para finalizações. E no gol da prorrogação nem lembrei do joelho, calor do jogo, emoção e o voleio era a única alternativa. A bola já estava passando e tinha de buscar ela”, ressaltou Yuri que se despede de parte dos colegas no final do ano.


“Não é o [meu] último ano. Cerca de cinco [jogadores] deixam o time. Tenho a responsabilidade também de continuar e levar o nome do Instituto, conquistando mais títulos para a escola”, finalizou Yuri.


No handebol feminino, depois de um empate no tempo normal, a escola Crescer ficou com o título vencendo por 2 a 0 a equipe do INSSC.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.