terça-feira, 8 de Setembro de 2015 11:33h

Into realiza congresso médico esportivo prévio às Olimpíadas 2016

Referência nacional no atendimento de alta complexidade ortopédica no SUS, o Instituto reúne em 12/09 os principais especialistas da área

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), órgão do Ministério da Saúde com sede no Rio de Janeiro, consolida a participação no apoio às atividades das Olimpíadas e das Paraolimpíadas 2016 com a 1ª Jornada de Medicina Desportiva do Into. O evento ocorre em 12 de setembro e está com as inscrições abertas para especialistas da área no site do Into. O ex-atleta da Seleção Brasileira de Vôlei e atualmente responsável pela estrutura médica olímpica da Rio 2016, João Grangeiro, abrirá o evento.

A importância da participação do Into nos Jogos Olímpicos norteia o evento técnico, que reunirá na sede do Instituto debates sobre as lesões provocadas em diversas partes do corpo por esportes específicos, como vôlei, judô, natação, handebol, golfe, beisebol, basquete, tênis, hipismo, futebol e ginástica. As discussões envolverão também as formas de prevenir as lesões relacionadas aos esportes, assim como outros problemas da exaustão do corpo, como as fraturas por estresse.

“A Olimpíada traz um legado para a cidade do Rio de Janeiro e para o país. É algo que nos faz mover com a logística médica, o transporte público, a segurança pública, entre tantos outros aspectos. E na área de Medicina na Olimpíada, essa responsabilidade está nas mãos do nosso convidado para este evento, por isso a importância de entender o que está sendo preparado”, ressalta o idealizador do congresso, o chefe do Centro de Medicina do Esporte do Into, Rodrigo Rodarte.

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia/Regional Rio de Janeiro está apoiando o evento.

DADOS DO INTO – O Into é um centro de referência nacional para cirurgias de alta complexidade em ortopedia e traumatologia no Sistema Único de Saúde (SUS). No primeiro semestre deste ano, realizou 5.074 cirurgias, um recorde da instituição. A meta anual acordada pelo Into na Justiça Federal é de chegar ao final do ano com 10,5 mil cirurgias realizadas – ou seja, um crescimento de quase 40% em relação a 2014, quando ocorreram 7.560 cirurgias.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.