terça-feira, 19 de Fevereiro de 2013 05:16h

Jogadores do Cruzeiro avaliam desempenho do time frente o Guarani

”A gente tem que estar jogando, não tem jeito. Existe o treinamento, mas quando você entra em campo o ritmo é diferente e é importante a cada partida estar jogando para eu estar cada vez melhor e fazer as jogadas que eu gosto de fazer”

O Cruzeiro demonstrou novamente um grande futebol, dominou completamente o adversário, criou inúmeras chances para vencer mais um jogo na temporada, mas teve que se contentar com o empate, em 0 x 0, com o Guarani, no início da noite deste domingo, na Arena do Calçado, em Nova Serrana, pela 2ª rodada do Campeonato Mineiro. Apesar do resultado, a Raposa manteve a liderança isolada na competição estadual e volta a campo daqui a duas semanas, no dia 2 de março, contra a Tombense, no Mineirão.
Os jogadores do Cruzeiro destacaram mais uma grande atuação da equipe cruzeirense, que criou sucessivas oportunidades para vencer o quarto jogo consecutivo na temporada, mas não conseguiu superar a defesa do Guarani-MG, especialmente o goleiro Leandro. “Jogo complicado, eles ficaram o tempo inteiro com o time fechado e mérito para eles também, que souberam segurar o resultado. O goleiro fez muitas defesas difíceis”, comentou o lateral esquerdo Egídio. “Foi um resultado que a gente não esperava. Buscamos a vitória, mas infelizmente o goleiro deles estava numa noite inspiradíssima. Tivemos oportunidades, mas infelizmente não conseguimos os três pontos”, declarou o zagueiro Bruno Rodrigo.

Já o atacante Luan, que fez a estreia com a camisa cinco estrelas, falou ainda da jogada em que a bola que ele cabeceou bateu na trave. “Ficaria muito feliz se aquela bola entrasse, mas estou satisfeito com minha estreia. Agora vamos trabalhar para melhorar. Eles brigaram bastante e o goleiro deles teve méritos demais. Fez um grande jogo”, disse.
O meia Diego Souza, uma das principais contratações do Clube Celeste para esta temporada. O camisa 10, mesmo sem o ritmo de jogo ideal, apareceu bem em campo, se apresentando para a criação de jogadas e dando as suas tradicionais arrancadas em direção ao gol adversário. O atleta, que no segundo tempo quase marcou um belo gol de cabeça, lamentou o empate, mas destacou a garra com que a equipe cruzeirense disputou o jogo do início ao fim. ”O time foi bem, lutou o tempo inteiro, buscou o gol a todo o momento. Esperava ajudar o Cruzeiro a sair com a vitória hoje, mas não deu até por méritos do Guarani-MG, que foi uma equipe aguerrida e conseguiu se defender muito bem”, ressaltou.

O jogador já pensa em suas próximas partidas pela Raposa e projeta uma evolução jogo a jogo, para que ele esteja cada vez mais pronto para desempenhar o melhor do seu futebol. ”A gente tem que estar jogando, não tem jeito. Existe o treinamento, mas quando você entra em campo o ritmo é diferente e é importante a cada partida estar jogando para eu estar cada vez melhor e fazer as jogadas que eu gosto de fazer”, destacou o meia.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.