terça-feira, 13 de Setembro de 2011 10:11h Atualizado em 13 de Setembro de 2011 às 12:49h. Luciano Eurides

Jogos Escolares são uma tentativa de reacender o voleibol

A cidade de Divinópolis, historicamente marcada pelo voleibol ficou realmente no tempo passado. As equipes desapareceram e pouco é feito para reascender essa modalidade. Os Jogos Escolares de Divinópolis (JED) são uma tentativa. Ontem se iniciaram as disputas de vôlei, masculino e feminino e se pode ver uma desatualização nas regras, mas muita vontade de acertar.


As equipes escolares do Cetepe (Centro Técnico Pedagógico) e a Escola Vicente Mateus fizeram uma apresentação cheia de superação. O mesmo se repetiu com Miguel Couto e São Vicente, ambas as partidas jogadas na quadra poliesportiva Miguel Couto.


Houve erros, mas a tentativa de acertar era muito maior. A arbitragem foi maleável e puniu os erros e de forma pedagógica explicava as regras para os iniciantes no vôlei. Muitas qualidades podiam ser observadas e até mesmo exploradas. O número pequeno de participantes, a falta de incentivo por não haver jogos da modalidade na cidade, e a inexperiência foram barreiras superadas.  Em Divinópolis não há equipes de vôlei para sequer manter um time em atividade por todo o ano e acaba se reunindo apenas para os Jogos Escolares. Sem treinamento ou mesmo entrosamento cada atleta se dedicava ao máximo.


Quem levou a melhor foi o time da Vicente Mateus. Eles venceram o primeiro set por 25 a 19. O Cetepe, principalmente com Gabriel, ele tem boa noção de vôlei embora pouca estatura, venceu o segundo set por 25 a 20. No set decisivo o Cetepe virou melhor, 8x5, deixou o nervosismo estrar em quadra. Não conseguiram acertar a recepção e o Vicente Mateus venceu por 15x11.


Para o professor Reginaldo, do Cetepe, tudo está no início e a vontade é de um trabalho maior. “Estamos começando o trabalho e procurando incentivar os alunos, pois nunca tiveram oportunidade de participar e o importante é isso. Eles estão felizes e tendo a oportunidade de participar e conhecer como é o esquema de competição no vôlei que é muito específico. A regra é muito complexa para eles que nunca participaram, mas de modo geral estão de parabéns e vamos melhorar aos poucos”, considerou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.