quinta-feira, 6 de Novembro de 2014 06:19h

Joinville de Santa Catarina está garantido na Série A de 2015

Depois de 26 anos de ausência, o Joinville está de volta à elite do futebol brasileiro

Para tanto, além de vencer o Sampaio Corrêa por 2 a 1, nesta terça-feira, no estádio Castelão, em São Luis, ainda contou com o empate do rival Avaí, que não foi além do 0 a 0 com o Oeste, em Florianópolis, estacionando nos 53 pontos, em quarto lugar. A vitória recolocou o time catarinense na liderança com 66, dois pontos na frente da Ponte Preta, que ainda atuará nesta 34ª rodada contra o Bragantino, neste sábado em Bragança Paulista (SP).
O Joinville está, neste momento, 14 pontos na frente do Atlético Goianiense, o quinto colocado. Na pior das hipóteses, o Joinville ficaria na quarta vaga, mas agora vai poder brigar pelo título. E coroa a grande campanha com 20 vitórias, seis empates e oito derrotas. Seu ataque marcou 49 gols e a sua defesa, a menos vazada, sofreu apenas 29.
Ao término do jogo em São Luis, muita comemoração dos jogadores em campo, enquanto começou uma grande festa em Joinville (SC) com muitos rojões e fogos de artifício, um buzinaço e carreata. A cidade catarinense vai amanhecer de preto, vermelho e branco.
O Sampaio Corrêa, que precisava se recuperar de duas derrotas fora de casa, continua com 47 pontos, em 10º lugar, praticamente longe da briga até mesmo pela quarta vaga. Antes tinha perdido para Vila Nova por 4 a 1, em Goiânia, e Ponte Preta por 1 a 0, em Campinas.
“O mérito é dos jogadores que entenderam nossa filosofia de trabalho e buscaram o acesso, ponto a ponto. E contamos com o apoio integral da diretoria”, revelou o técnico Hermerson Maria, que completou mais de 50 jogos na direção do Joinville nesta temporada, algo raro no clube.

Pressão
Para chegar à vitória, o Joinville foi eficiente nas finalizações. Bem armado por Hemerson Maria, com os volantes dando ampla proteção aos defensores, o time catarinense suportou a esperada pressão do Sampaio Corrêa, que explorava principalmente a velocidade do baixinho Pimentinha. E quando o Joinville foi ao ataque, mostrou uma precisão cirúrgica. O primeiro gol saiu aos 19 minutos com Everton. Ele pegou de primeira, de perna esquerda, o passe vindo da linha de fundo de Rogério. A bola foi no ângulo esquerdo do goleiro Rodrigo Ramos.
O gol desequilibrou o até então empolgado Sampaio Corrêa, que teve alguns momentos de “branco total”. O visitante se aproveitou disso para ampliar o placar aos 23 minutos, em uma cabeçada de Fernando Viana. Ele aproveitou o cruzamento da direita, subiu mais do que a defesa e testou no ângulo.
Na volta para o segundo tempo, o técnico Vinícius Saldanha foi obrigado a mudar pela segunda vez o Sampaio Corrêa por contusão – saiu Edimar para a entrada de Daniel Damião. Antes tinha saído Tote para a entrada de Mimica. O clube maranhense assustou aos 10 minutos, quando teve um gol anulado. Cascata cobrou falta na grande área, onde Luis Otávio testou no chão, mas estava impedido. Gol bem anulado.
Em seguida, o Joinville recuou excessivamente, mesmo porque Hemerson Maria tirou o atacante Fernando Viana para a entrada do volante Fernando Souto. Não deu certo. Aos 19 minutos, o Sampaio Corrêa diminuiu o placar. Marcelo Costa perdeu a bola e William Paulista bateu de primeira. A bola saiu com efeito e foi no canto esquerdo de Ivan. Este foi o nono gol dele, igualando-se com Eloir, na artilharia do time maranhense.
Do outro lado, Vinícius Saldanha arriscou tudo sacando o lateral-esquerdo Willian Simões para a entrada do atacante Edigar. Vendo seu time pressionado, Hemerson Maria mudou de novo: saiu o meia Marcelo Costa, cansado, para a entrada do rápido atacante Fabinho. Era uma tentativa de armar o contra-ataque ao Joinville.
O jogo ficou equilibrado. Nos últimos minutos, o Sampaio Corrêa buscou o empate mais na base da disposição, diante de um Joinville determinado a se garantir para festejar o acesso.
Os times voltam a campo pela 35ª rodada na próxima semana. O Joinville vai receber a Ponte Preta, na sexta, dia 14, às 21h50, justamente no confronto dos dois melhores times da temporada. O Sampaio Corrêa vai fechar a rodada contra o Boa, em São Luis, no sábado, dia 15, às 21h (de Brasília).

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.