sexta-feira, 19 de Outubro de 2012 16:32h Gazeta do Oeste

Juiz processa Emerson Sheik e o acusa de chamá-lo de ladrão e safado

O jogador corintiano Emerson Sheik será processado pelo árbitro Péricles Bassols, que se sentiu ofendido pelo atacante na partida entre Corinthians e Atlético-MG pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"O dano que ele me causou é enorme, durante uma ou duas semanas, meu nome ficou associado às palavras ladrão e safado. Meus pais e minha esposa viram isso. O principal não é o dinheiro, a indenização, mas a gente tem que fazer esses jogadores pensarem antes de agir. Xingar o juiz não pode ser uma atitude que caia na vala comum", disse Péricles ao UOL Esporte.

A Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF) informou nessa sexta-feira que já preparou toda documentação necessária para dar entrada  no processo, o que deverá ser feito na próxima semana.

Bassols ainda afirmou que assim que der entrada no processo, pedirá à CBF para não ser escalado em jogos do Corinthians. "A próxima vez que encontrar o Sheik, espero que ele peça desculpas", afirmou.

Na ocasião, Emerson foi expulso e, ao sair do campo, proferiu palavrões em direção ao juiz. Mais tarde, ele reconheceu que passou dos limites. Mesmo assim, Bassols autorizou o sindicato a reunir material para lhe permitir entrar na Justiça contra Sheik.

Se for considerado culpado, ele terá de pagar indenização ao juiz. Seria mais uma punição ao corintiano pelos incidentes naquele jogo. Desportivamente, Sheik pegou uma longa suspensão pelo seu destempero.

Recuperando-se de contusão, o jogador desfalcará a equipe na próxima partida contra o Bahia no Pacaembu,

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.