quinta-feira, 21 de Junho de 2012 14:28h Atualizado em 21 de Junho de 2012 às 14:37h. Luciano Eurides

Jusa Fonseca é campeão invicto do infantil 2012

O desempenho da equipe somente foi possível por ser um grupo unido e que não foge a desafios. Enfrentaram poeira, adversários bem preparados e reformas no campo

O infantil do Jusa Fonseca recebeu uma missão, ser campeão e manter a equipe entre as melhores da região. Missão dada, missão cumprida. O desempenho da equipe somente foi possível por ser um grupo unido e que não foge a desafios. Enfrentaram poeira, adversários bem preparados e reformas no campo, nada impediu o caminho vitorioso.

 


O Jusa Fonseca conquista o título de campeão infantil depois de 12 jogos, sete vitórias e cinco empates. Marcaram 27 gols e sofreram apenas sete. Os guerreiros treinam e mandam seus jogos em um campo de terra e ainda tiveram as obras de remanejamento do alambrado, e parece ser as dificuldades, a maior motivação do grupo.Antes de algum leitor pensar que o Jusão é uma arma para as conquistas, vale lembrar que o time fez 11 gols jogando fora de casa, sofreu apenas três gols quando fora de seus domínios, isso nas seis partidas que foi visitante. É um grupo campeão!

 


O jogador Chorão é um líder nato. Ele conta que o time treinou muito. “O Lico é muito exigente, para o treino muitas vezes explica e repete as jogadas, são treinos pesados” lembra ele com um sorriso de que tudo valeu a pena.

 


A caminhada começou comaclassificação, foram seis jogos, 12 gols marcados, quatro sofridos, quatro vitórias e dois empates. Nas quartas, o time massacrou o Padre Eustáquio, na soma dos placares 11x1 para os campeões. O embalo foi contido. As semifinais contra o Flamengo, viu-se obediência tática, alto nível técnico e entrega total. A garra e dedicação desses atletas parecia não ter limites, dois empates em 1x1. Decisão por pênaltis e vitória do Jusa Fonseca para fazer justiça a quem melhor jogou.

 


Na final, o time foi a São José dos Salgados e empatou sem gols, em casa, empurrado pela torcida não deu chances ao adversário. O time campeão dominou o jogo e a reação do adversário foi apenas nos dez minutos iniciais da segunda etapa, o restante da partida foi em azul e branco. O destaque da grande final foi Bruno Caetano, marcou os dois gols e de forma alguma rouba a participação de Chorão, que prova ser o melhor jogador da categoria infantil na cidade de Divinópolis.Em uma jogada ensaiada entre Chorão e Abraão nasceu o primeiro gol, depois do toque por cima Bruno Caetano entrou e marcou. O segundo gol foi em uma cobrança de falta, Chorão cobrou, a zaga rebateu e Bruno Caetano aproveitou o rebote para fazer a festa da torcida. O time ainda poderia ter feito mais, Bruno e Mateus acertaram o travessão. O técnico Lico colocou em campo na partida final: Guilherme, Deivid, Chorão, Salomé, Abraão, Candelária, Bruno, Robert, Mateus, Drogba e Bruno Caetano. Jordan e Willian entraram no jogo e todos os inscritos escreveram o nome deles na grande conquista.

 


O Jusa Fonseca certamente volta a ser assediado muitos desses atletas poderão seguir caminho dos mais jovens, ou seja, equipes da cidade que se encantam com o talento dos meninos. Não se descobriu ainda qual o segredo de tanta qualidade vir do Jusão. Widson Gomes lamenta perder atletas a cada campeonato, mas no fundo, está cheio de orgulho de ver em cada campo, em cada conquista, em cada canto dessa cidade há um atleta que defendeu as cores do azulão do Jusa Fonseca. Se Chorão for encaminhado, certamente fica em qualquer grande equipe de Minas ou de outro estado, basta os empresários da cidade fazerem o trabalho deles.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.