quarta-feira, 4 de Fevereiro de 2015 10:33h Atualizado em 4 de Fevereiro de 2015 às 11:43h. Luciano Eurides

Jusa Fonseca é o campeão amador da LMDD

O Jusa Fonseca jogou e venceu a equipe do Paraiso pelo placar 1 a 0 e assim conquistou o título de campeão amador da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis (LMDD)

O gol foi marcado pelo atleta Jeferson Pelada. A equipe teve o melhor goleiro da competição. O artilheiro é Araketu, do Paraiso, e o atleta revelação o goleiro Wallace, do Alvorada de Carmo do Cajuru.
A partida começou com uma hora e três minutos de atraso. O jogo marcado para as 9h45 foi começar somente às 10h47. Os atletas devidamente uniformizados, assinados em súmula e batendo bola no campo. A arbitragem nos vestiários aguardando a determinação da entidade promotora, a LMDD, para iniciar o jogo. Segundo informações do árbitro esperava-se a Rádio Divinópolis AM que transmitiu o jogo. Os atletas ficaram revoltados e a partida começou mesmo sem a emissora ainda estar pronta para a transmissão.
O time da casa entrou em campo com Pulga na titularidade. Jeferson Pelada chegou atrasado e ficou para o segundo tempo. Nos primeiros dez minutos o Paraiso conseguia chegar ao gol do Jusa e o goleiro David teve mais trabalho que Adriano. O Jusa errava passes no meio do campo, nas vezes que utilizou a velocidade de Pulga, o time chegou a assustar Adriano.
Com o passar do tempo o jogo ficou mais equilibrado, o sol muito forte castigava os jogadores, o desgaste físico atrapalhou os dois times e o tempo de espera para iniciar a partida fez a diferença. No final do primeiro tempo, a melhor oportunidade de gol. Em uma cobrança de falta feita por Remelexo, Adriano teve de fazer ótima defesa e a bola sobrou para Pulga, que completou para fora.
No segundo tempo o sol era intenso, o time do Jusa colocou Jeferson Pelada em campo. O Jusa chegou muito bem com Remelexo pela esquerda. Ele, na cara do gol, chutou no canto oposto e a bola passou à direita da trave. A marcação era muito no corpo a corpo, as tentativas de avanço com a bola exigiam fisicamente forças que já não existiam.
As duas equipes passaram a marcar no meio, tentar a roubada de bola, a chamada ‘em uma bola’. O Paraiso apostava em Araketu, mas o talento de Pelada foi maior. Ele recebeu na direita e um chute pouco explicável, pois ele estava quase na linha de fundo, a bola tomou efeito, subiu muito e caiu rápido, atrás do goleiro, um lindo gol e que valeu o título para a equipe azul e branca do bairro Jusa Fonseca.
Pelada falou da importância do título e ainda sobre o futuro dele para o Torneio da Amizade que tem início em março. “Prometi entrar e fazer o gol, me atrasei, mas entrei e resolvi a parada, esse título vai ficar guardado na memória a vida inteira e foi muita crítica. Perdi a camisa dez para o Remelexo que é um ótimo jogador e, como falei para eles, em todo lugar que eu estiver tem de me respeitar como camisa dez. Continuo no Jusa, mas o Maria Helena é família, eu nasci lá e lá vou morrer”, disse.
O treinador Acerola conseguiu o título inédito na carreira dele. “Muita emoção por ser um título inédito e de expressão, veio no momento em que o Jusa precisava e eu precisava, agora é comemorar”, garantiu o jovem técnico campeão.
Após a partida foram feitas as premiações para os melhores da competição e coube ao capitão Diego erguer a taça e comandar a festa de campeão. Wallace, goleiro do Alvorada de Carmo do Cajuru, foi premiado como goleiro revelação. O goleiro David, com apenas três gols sofridos em toda a competição foi escolhido o melhor da competição.
O artilheiro, com seis gols marcados, é Araketu da equipe do Paraiso. Paulão, capitão da equipe do Paraiso, recebeu o troféu de vice-campeão. No discurso de campeão, o presidente da LMDD criticou a Prefeitura de Divinópolis por não apoiar o futebol da cidade.
As duas equipes estão confirmadas no Torneio da Amizade a ser realizado pelo Lico (treinador do Paraiso). Esta competição terá todos os jogos realizados no Campo do Jusa Fonseca. O valor de investimento muito menor que do amador e uma organização comprovadamente eficaz, como nos anos anteriores, e com times tradicionais e equipes jovens. Muitos dos atletas das equipes de Paraiso e Jusa Fonseca também disputam a 3ª Copa Canarinho, no bairro Maria Helena.

 

Créditos: Luciano Eurides

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.