segunda-feira, 2 de Janeiro de 2012 18:24h Atualizado em 3 de Janeiro de 2012 às 10:20h. Luciano Eurides

Kalil não comparece a própria posse

Reeleito para mais três anos à frente do Atlético, o presidente Alexandre Kalil não estará presente na cerimônia de posse, marcada para ontem, na sede do clube, em Lourdes. O mandatário alvinegro está viajando pela Europa e só voltará para Belo Horizonte no dia 8 de janeiro.
Em seu lugar, o vice-presidente Daniel Nepomuceno é quem oficializa o segundo mandato de Kalil. Daniel minimizou os efeitos da ausência de Kalil. “Como será a continuação de uma gestão, a presença ou ausência do Kalil, na posse do cargo, não interfere. Ele está de férias, descansando na Europa”.Daniel explicou também que, na verdade, a cerimônia se resumi à assinatura do livro de posse na presença do líder do Conselho do clube. “Apenas assinarei o livro de posse, junto com o presidente do Conselho. Ficarei no cargo até o retorno do Kalil, é algo normal, sem grandes proporções. É um ato muito simples”, disse o vice-presidente.
Enquanto isso, a atenção do torcedor está voltada para a possibilidade de contratações nos próximos dias. Apesar da Diretoria de Comunicação do clube afirmar que Kalil está apenas de férias, a viagem do mandatário cria expectativas na torcida, uma vez que, em uma de suas idas ao velho continente, Alexandre Kalil anunciou a contratação do atacante Guilherme.
Tudo indica que até o próximo dia 9, quando os jogadores retornarão de férias e Kalil já estará em Belo Horizonte, a situação de Pierre e Escudero sejam definidas. Por enquanto, apenas Leandro Donizete e Danilinho estão confirmados como os novos reforços do Galo.
O destino de Pierre, emprestado ao Atlético-MG pelo Palmeiras, deve ser definido nesta semana. O volante fez um bom Brasileiro e é desejo do técnico Cuca tê-lo em 2012, mas para isso, o clube teria que ceder um atleta para o Verdão. E a solução pode ser Daniel Carvalho, que iria para o time paulista para Pierre ficar em Belo Horizonte.
O contrato de Carvalho com o Atlético-MG vai até o próximo mês de maio e a diretoria alvinegra já autorizou o pai do jogador, que é seu representante, para negociar sua transferência para o Palmeiras. Dirigentes do Verdão devem conversar ainda nesta segunda-feira com o diretor de futebol do Galo, Eduardo Maluf, para tentar um acordo entre os clubes.
Para que a transação ocorra, é necessário o aval do técnico Luiz Felipe Scolari, que ainda não teria se manifestado sobre a troca. Caso o acordo não ocorra até a próxima quinta-feira, data da reapresentação do elenco palmeirense, Pierre deve retornar ao Verdão e ser reintegrado à equipe para as disputas das competições de 2012.
Outra alternativa seria envolver Richarlyson na negociação, mas o atleta apresenta alto índice de rejeição pela torcida palmeirense. A direção do clube também não vê com bons olhos a contratação do volante, que chegou a fazer testes no Palmeiras e acabou indo para o São Paulo, onde se destacou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.