Lakers volta a ser campeão após dez anos.

Com grandes atuações das estrelas LeBron James e Anthony Davis, o time de Los Angeles leva a melhor na bolha da Disney.

13 OUT 2020

Cristiano Medeiros

 

            A NBA, liga de basquete dos Estados Unidos, que para muitos é o maior campeonato do esporte no planeta, teve como palco da reta final de seu campeonato o complexo esportivo cedido pela Disney, em Orlando na Flórida. Apesar do anúncio ter sido tardio, a “bolha” como era chamada, foi um sucesso em questões de saúde e audiência. Para ser ainda maior, o Los Angeles Lakers, time do astro LeBron James, foi campeão.

            A franquia, que no seu último título em 2010 teve como grande jogador o brilhante Kobe Bryant (1978-2020), agora viu a dupla com LeBron e Davis levarem a equipe ao 17° título após seis jogos da série final contra o Miami Heat (4-2), e se igualar ao rival Boston Celtics. O retrospecto anterior a este título não era nada favorável e o time de LA chegou até a ficar fora dos playoffs na temporada passada, algo que mais motivou o elenco a correr pela atual conquista.

            Dentro da bolha a equipe cresceu e foi com sangue nos olhos para poder honrar o nome do ídolo Kobe, que havia falecido em um acidente de helicóptero juntamente com sua filha Gianna, dois meses antes da parada por causa do coronavírus. Para levar o tão sonhado título que não vinha há uma década, o Lakers passou por Portland Trail Blazers, Houston Rockets e Denver Nuggets.

O destaque da campanha não veio somente do ataque da equipe que se fortalecia com a presença de Kentavious Caldwell-Pope, Rajon Rondo, Alex Caruso e  Kyle Kuzma, a defesa também era muito forte quando estes jogadores estavam em quadra, o que dificultava bastante a vida dos adversários, que por muitas vezes tinham que apostar nas bolas de três para levar vantagem, já que o garrafão era bem preenchido.

Eleito como o melhor das finais, o agora tetracampeão LeBron James, teve ao seu lado o grande Anthony Davis, jogador que ele mesmo indicou a contratação e formou uma ótima dupla. Ambos iniciavam o processo de construção das jogadas, e por algumas vezes saíram juntos da partida com mais de 30 pontos cada, marca muito difícil de ser batida. Para a próxima temporada, que ainda não tem data marcada, a dupla promete estar ainda mais entrosada e busca o bicampeonato.

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.