quinta-feira, 13 de Outubro de 2011 10:30h Site Cruzeiro

"Lamento dos dois pontos que perdemos aqui", analisa Vágner Mancini após empate Cruzeiro

O empate em 0 a 0 com o Bahia, na noite da última quarta-feira, no estádio de Pituaçu, em Salvador-BA, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, não foi o resultado esperado pelo técnico Vágner Mancini. Após a partida, o treinador lamentou a igualdade no placar e os dois pontos que considerou como perdidos na Bahia. No entanto, o treinador disse que o ponto somado pode, no futuro, ser valorizado, e que gostou da evolução da equipe na segunda etapa, depois de um primeiro tempo que não aprovou. A sequência de jogos sem vitória também foi destacada por Mancini.

"Um jejum muito longo, Isso incomoda a gente. Eu, que estou há pouco tempo no Clube, estou incomoddo com essa situação. Foi péssimo. Dependendo do que acontecer lá na frente, esse ponto pode ser magnífico. E nós temos que pensar assim. Hoje eu saio daqui lamentando dois pontos. Mas não podemos jogar a toalha. Hoje vimos dois jogos em um só. No primeiro tempo, fomos mal, muito mal. No segundo tempo, melhoramos, jogamos no campo do Bahia, tivemos força. Vi muita evolução no segundo tempo e prefiro ficar mais agarrado a isso do que à apatia que tivemos no primeiro tempo", afirmou.

Para Mancini, o Cruzeiro não tem, neste momento, um atleta de velocidade no elenco. Porém, ressalta que não pode ficar lamentando e que a equipe tem que achar uma forma de compensar isso e reencontrar o caminho das vitórias.

"Falta velocidade. Não temos um elenco com atletas velozes, que podem levar vantagem em jogadas de rapidez. Isso acaba acarretando um jogo muito previsível. Não dá para ficar lamentando não, temos que achar uma forma boa de jogar. Só faltam nove jogos, temos que evoluir e achar um jeito de vencer".

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.