terça-feira, 17 de Maio de 2016 09:30h Site oficial Atlético Mineiro

Leonardo Silva aposta na força da Massa

O capitão Leonardo Silva aposta na força da torcida para que o Atlético vença o São Paulo, na noite desta quarta-feira, no Horto, e avance para as semifinais da Copa Bridgestone Libertadores da América

O capitão Leonardo Silva aposta na força da torcida para que o Atlético vença o São Paulo, na noite desta quarta-feira, no Horto, e avance para as semifinais da Copa Bridgestone Libertadores da América.Os ingressos para a partida já estão esgotados.

“É o momento para que todos participem. Vai ser um jogo igual ao que foi em São Paulo, muito tenso, de muita marcação, todo mundo querendo conquistar o seu espaço. A presença da torcida vai fazer com que esse jogo se torne diferente para nós, dentro de campo, para que a gente consiga fazer um grande jogo e conquiste a classificação”, destacou o zagueiro.

 

 

 

Sobre a tradicional “rua de fogo” feita pelos torcedores na chegada do time ao estádio, o defensor afirmou que é estimulante.

“A gente sabe que, desde a nossa chegada, a torcida já esta apoiando e vamos absorvendo toda essa energia para que a gente consiga fazer um grande jogo. Que a torcida possa nos apoiar do começo ao fim, como vem fazendo, porque, dentro de campo, vamos tentar o melhor para conseguir essa classificação”, disse Leonardo Silva, que espera mais um jogo bastante truncado.

 

 

 

“Lá, o jogo foi faltoso e com muitos amarelos para um lado só. Dependendo da característica do árbitro, pode ser um jogo diferente. Será um jogo de muita marcação, mas não sei se com tantos amarelos, mas será um jogo tenso, muito pegado, com as equipes querendo a vitória e a classificação”, comentou.

Leonardo Silva concluiu ressaltando que o Galo deve jogar como sempre joga no Independência.

“Temos que jogar da maneira que gostamos de jogar em casa, pressionar o adversário, a torcida apoiar bastante e a gente conseguir se movimentar bem para sair da marcação do São Paulo. Eles vão se defender e jogar por uma bola para tentar fazer o gol qualificado, mas não podemos dar essa oportunidade para eles, temos que pressioná-los, controlar o jogo e ter eficiência para aproveitar as oportunidades”.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.