terça-feira, 30 de Outubro de 2012 04:08h Luciano Eurides

Leston Júnior encara o desfio de ser o treinador do Guarani

A oficialização do nome do treinador Leston Junior depende de um pronunciamento do presidente Edilson de Oliveira que está viajando. Na reunião de ontem estiveram presentes os diretores

O Campeonato Mineiro já tem data definida, os clubes participantes até amanhã para oficializar a presença na elite do futebol em Minas Gerais e o Bugre inicia a contratação de quem estará no comando do time na temporada. Leston Júnior, treinador divinopolitano, com trabalhos nas categorias de base e futebol profissional, em especial no interior mineiro. Na tarde de ontem Leston esteve reunido com o presidente do Clube, Edilson de Oliveira e será na quarta-feira, oficializado como comandante do Clube.

 


Leston Júnior é filho do ex jogador e comentarista de futebol Leston Isaías, depois de quatro anos trabalhando no interior de São Paulo, onde em Bebedouro fez um trabalho muito importante, com cursos de aperfeiçoamento e estágios em grandes clubes do Brasil, entre eles América, Palmeiras e Santos está na hora de treinar o Clube onde o pai sempre foi ídolo.

 


O Campeonato Mineiro módulo I é uma vitrine interessante e o trabalho de Leston  Junior está em ascensão. As duas partes, instituição e treinador tem muito a usufruir e um projeto interessante, de longo e médio prazo ser adotado. “Nunca escondi de ninguém que dentro vários objetivos profissionais é de treinar o Guarani pela história de meu pai com o clube, pelo que já se passou, minha família está enraizada em Divinópolis pelo fato do meu pai ter jogado no Guarani, ter feito uma bonita história junto do clube e não tenho presa. Acredito que no momento oportuno isso vai acontecer”, disse. Sobre o time do Guarani e a real situação o treinador terá trabalho para planejar os próximos passos. “O que sei do Guarani é que fez um Campeonato Mineiro Muito bom, conseguiu a vaga para a série D do Brasileiro”, falou.

 


A oficialização do nome do treinador Leston Junior depende de um pronunciamento do presidente Edilson de Oliveira que está viajando. Na reunião de ontem estiveram presentes os diretores: Renato Montack, Sargento Parreira e Marcelino. Na saída o novo treinador do Guarani se limitou a informar não estar autorizado a falar como treinador, apenas a partir do anuncio do presidente. O diretor Renato Montack, se limitou a dizer que o treinador será apresentado na quarta-feira, em um evento ainda sem local definido, mas o horário deve ser 8h30min e está a cuidados do vice-presidente Gilson Morais.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.