sexta-feira, 16 de Outubro de 2015 10:25h

Levir Culpi diz que Brasileirão segue indefinido

O Atlético manteve a sua perseguição ao Corinthians com a vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, na noite dessa quarta-feira, no Independência, em Belo Horizonte

Com o triunfo, o time ficou a apenas dois pontos do líder do Campeonato Brasileiro, que nesta quinta receberá o Goiás no Itaquerão, às 19h30, pressionado a conquistar uma nova vitória para voltar a acumular largada vantagem na ponta.
Em meio a este cenário na reta final da competição, o técnico Levir Culpi exaltou o peso que o triunfo teve, até pelo fato de que foi obtido sobre um adversário que luta por uma vaga no G4 do Brasileirão. "A gente já sabia da dificuldade, um jogo contra o Inter, um time do mesmo padrão, um time grande. Foi uma briga de cachorro grande mesmo, eles procurando uma colocação do G4 e nós conseguimos nos aproximar mais do Corinthians. Por isso é que achei a vitória importante, mantém essa chama acesa, essa dúvida, essa expectativa que mantém o campeonato até o final", ressaltou o treinador, em entrevista coletiva.
A superioridade atleticana na vitória sobre o rival gaúcho também foi enfatizada por Levir. Ele lembrou que a diferença de apenas um gol no placar não traduziu o que foi o jogo, no qual a equipe alvinegra sofreu pouco na defesa e desperdiçou várias chances de gol. "Essa vitória, para mim, deixou o campeonato vivo. Isso é bacana para todo mundo. É uma oportunidade que nós temos e não vamos largar mão, principalmente agora, faltando oito jogos. Estamos todos bem, o time continua jogando bem e a vitória foi merecida. Não sei se estou certo, mas, no primeiro tempo, o Inter só finalizou uma vez e terminou 1 a 1. O futebol nos reserva situações que a gente não consegue controlar. Nosso volume de finalizações foi muito maior, as oportunidades foram melhores e foi um resultado completamente justo pelo que os dois times jogaram”, analisou.
O goleiro Victor, por sua vez, qualificou a vitória do Atlético como "importante e maiúscula". "O Atlético foi superior na maior parte do jogo, teve volume e posse de bola. Soubemos segurar a pressão de forma organizada e o Inter conseguiu chegar apenas em situações de bola parada. O importante era ter feito nosso papel, a gente fez bem e, agora, é descansar e focar no Sport, que também vem fazendo uma grande campanha", disse o goleiro, já focando o duelo de domingo, em Recife, pela 31ª rodada do Brasileirão.
Já o lateral Marcos Rocha, autor do gol que assegurou a vitória atleticana, lembrou que conseguiu ajudar o seu time de forma decisiva em um momento no qual o Inter vinha segurando a pressão do time da casa. "Não estava dando muito para chegar ao ataque, mas, no momento que tivesse, eu sabia que precisaria ter frieza. Fui feliz e conseguimos transferir a responsabilidade para o Corinthians. A gente acredita, vamos fazer de tudo para ultrapassar o Corinthians e ser campeão", projetou.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.