sábado, 11 de Outubro de 2014 05:03h

Levir pode mudar escalação novamente

Após o empate sem gols diante do Fluminense, no Maracanã, nessa quinta-feira, o técnico, Levir Culpi, reclamou da impossibilidade de repetir a escalação do Atlético em jogos seguintes

Contusões, cartões e a Seleção Brasileira impedem uma sequência. Apesar de não ter novos problemas para a partida diante do São Paulo, neste domingo, o treinador pode mudar o time. Desta vez, no entanto, por um motivo positivo.
O meia-atacante, Maicosuel, recuperado de uma lesão na coxa esquerda, está à disposição e pode reforçar a equipe. O jogador não atua desde 31 de agosto, quando o Atlético empatou com o Coritiba, no Couto Pereira. “Uma notícia boa do departamento médico é a possibilidade do Maicosuel. Ele voltou, já treinou conosco, foi para o campo e gostei da movimentação dele. Vai ser um jogo muito difícil, o São Paulo teve um dia a mais para descansar. Isso é uma desigualdade do calendário, mas esse desgaste é para a maioria dos times e não posso reclamar”, disse o treinador. O São Paulo bateu o Atlético-PR por 1 a 0, quarta-feira, no Morumbi.
Levir Culpi elogiou a capacidade de atacar de Maicosuel e prometeu uma escalação ofensiva para 'acertar as contas' com o São Paulo. Para o treinador, no empate com o Fluminense, faltou justamente o ataque se acertar. “O resultado de 0 a 0 pode até ser sem sal, mas como os dois times precisam pontuar, e eles se equivalem, o jogo ficou difícil. Faltou a finalização. Foi um 0 a 0 do mesmo nível, mas gostei da parte tática. O time não ficou aberto, mostrou bom posicionamento, tanto a frente quanto na defesa, e a disposição também foi boa”, analisou.
O Atlético deixou o G-4 após o fechamento da 27ª rodada e precisa vencer o São Paulo, concorrente direto, para não se distanciar do pelotão da frente. O Galo soma 44 pontos, quanto o tricolor do Morumbi tem 49, na vice-liderança.
Apesar da possibilidade de contar com Maicosuel, o treinador segue com vários problemas para escalar o time. A principal baixa é o atacante, Diego Tardelli, que está com a Seleção Brasileira “Preciso de repetição. Mas não tenho isso, em apenas uma vez consegui repetir a escalação. Mas algumas coisas funcionam dentro do jogo, temos jogadores de qualidade, temos jogadores rápidos, bons laterais”, disse.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.