quarta-feira, 3 de Junho de 2015 12:28h

Luan pede um Atlético mais argentino

Se no Independência o Atlético consegue transformar o bom futebol em vitórias, em 2015 o time tem repetido o retrospecto dos últimos anos e segue devendo quando joga fora de casa

Para mudar este cenário, o atacante Luan dá a receita para a equipe, que enfrenta o Avaí hoje, às 22h, em Santa Catarina.
Luan quer um Atlético mais argentino. “Amarrar o jogo um pouco, deixar a torcida adversária impaciente com o próprio time. Tem que saber jogar fora de casa, ser catimbeiro, como time argentino, para conquistar os pontos que precisa fora de casa”, comentou o jogador.
Mas o atacante ressalta que é preciso ter tranquilidade e trabalhar bem a bola para se impor e colocar as virtudes da equipe em campo, a exemplo do que faz diante da torcida. “Se a gente mantiver essa regularidade que temos em casa, tenho certeza que podemos estar entre os quatro primeiros e, quem sabe, lá na frente, sonhar com o título”, disse.
Luan destacou a importância de a equipe conseguir bons resultados longe de Belo Horizonte, já que terá uma preciosa série de jogos no Independência. “A gente tem uma sequência muito boa em casa e podemos buscar essa liderança”, falou. “Se trouxer um pontinho, já é de bom tamanho. A gente só não pode perder”, completou.
A sequência de duelos em casa citada por Luan é nada menos que quatro dos próximos cinco jogos do Campeonato Brasileiro: Atlético e Cruzeiro, Atlético e Santos, Flamengo e Atlético, Atlético e Joinville e Atlético e Coritiba.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.