sábado, 21 de Julho de 2012 09:38h Luciano Eurides

Lucas Silva fez sua estreia no profissional do Cruzeiro

O volante Lucas Silva mostrou ser pé quente. O jovem atleta, formado nas categorias de base do Cruzeiro, fez sua estreia como profissional na partida da última quarta-feira, na vitória de 2 a 0 sobre a Portuguesa-SP, no estádio do Canindé, em São Paulo-SP, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 


Lucas Silva entrou em campo aos 15 minutos do segundo tempo, quando a partida ainda estava empatada em 0 a 0, e comemorou bastante a vitória da Raposa em território paulista. “Ainda bem que fui pé quente. Confesso que fiquei um pouco receoso, a ansiedade bateu. Mas logo que recebi a primeira bola, fiz o primeiro passe, principalmente com o apoio dos meus companheiros, que foi fundamental para mim, a ansiedade passou, me soltei em campo e consegui fazer as jogadas e marcar bem. Saímos com a vitória, que foi fundamental”, disse ao Site Oficial do Cruzeiro.

 


Lucas entrou na partida em substituição a Tinga, que já conquistou vários títulos importantes na carreira. O jovem volante cruzeirense falou sobre entrar na vaga de um atleta tão experiente. “A responsabilidade ali era total. Eu até não esperava que fosse entrar no lugar dele. Quando ele saiu, me apoiou e desejou boa sorte. Acho que superei as expectativas. Marcou demais, por ser fora de casa e a gente vencer. Foi muito bom para mim”.

 


Aliás, Lucas também falou da confiança depositada pelo técnico Celso Roth para que pudesse entrar em campo, fazer sua estreia e ajudar o Cruzeiro a conquistar mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. “O professor Roth vinha sempre falando comigo nos treinamentos, me perguntava se eu já estava pronto, tranquilo, com a cabeça boa. E eu disse que estava, que podia confiar, que eu podia entrar. E, antes do jogo, e no intervalo, ele me disse para me preparar que eu poderia entrar. E não deu outra. Quando a gente menos espera a oportunidade aparece. Graças a Deus apareceu para mim, pude realizar um sonho e ajudar o Cruzeiro”.

 


Coincidentemente, nesta quinta-feira, Lucas Silva recebeu a visita de seus pais e irmão, que vieram da cidade de Bom Jesus de Goiás, que fica a aproximadamente 60 km da capital Goiânia. “Eles já vieram na Toca da Raposa I, quando eu treinava e jogava lá. Na Toca II é a primeira vez. A chegada deles coincidiu com a minha estreia. Eles são a base de tudo, sempre me apoiaram e me incentivaram para que eu pudesse conquistar tudo o que conquistei até hoje”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.