segunda-feira, 29 de Julho de 2013 06:50h Luciano Eurides

Luiz Henrique Cardoso se prepara para reescrever seu nome na história da natação Divinopolitana

O atleta Luiz Henrique Cardoso Araújo, do Estrela do Oeste Clube (EOC) de Divinópolis, no ano passado representou a cidade no Campeonato Brasileiro de Natação, provando estar entre os melhores no Brasil, esse ano, mais maduro encara novos desafios, catego

O atleta Luiz Henrique Cardoso Araújo, do Estrela do Oeste Clube (EOC) de Divinópolis, no ano passado representou a cidade no Campeonato Brasileiro de Natação, provando estar entre os melhores no Brasil, esse ano, mais maduro encara novos desafios, categoria diferente e a mesma garra para chegar ainda mais longe.

A última competição que ele disputou foi o Campeonato Mineiro, na cidade de Ipatinga, no Vale do aço das Minas Gerais. A disputa teve início no dia 12 e ele participou das provas nos dias 14 e 15 onde nadou os 100 livre, 200 medley, 50 livre e 100 borboleta. Em uma rápida análise, ele que nos 100m livre tinha o tempo de 1min1s72 nadou o mineiro em 1min0s67 ficando na nona colocação. Nos 200m medley saiu dos 2min37s para 2min34s84, que lhe garantiu a quinta colocação. Nos 50m livre a superação total, de 26s97 para 26s55 e a terceira colocação trazendo para Divinópolis a medalha de bronze e subindo ao pódio. Nos 100m borboleta, de 1min11s para 1min6s09 e a sexta colocação. Todos os resultados expressivos para a cidade.

O atleta fala da preparação dele para a mais importante competição do Estado. “Minha preparação, um pouco antes (umas duas ou três semanas) do campeonato regional de natação no Estrela comecei a treinar muito medley, por que meu pai que me acompanha, falou pra eu treinar medley e não foi só por causa dele que comecei a treinar muito o medley, foi por que eu gosto muito de nadar medley, ai nos treinos comecei a nadar medley em tudo, era no aquecimento mais ou menos uns 1000 metros podia até ser menos ou mais eu fazia era medley era nos tiros de 25 metros era nos tiros de 50 metros era nos tiros de 100 metros eu fazia tudo medley e fazendo força, nas outras solturas fazia no meio da serie era só medley, e tinha a academia que depois que coloquei na minha cabeça que eu tinha que nadar medley para melhorar todos os nados comecei a fazer sem faltar, e o resultado disso foi que eu melhorei todos meus tempos já no campeonato regional”, contou.

Para o Mineiro de natação ele aproveitou o bom resultado no regional como incentivo. “Eu tinha mais três semanas para melhorar, e corrigir o nado, para o mais importante compromisso nesse primeiro semestre. Foram três semanas de treino, e tudo que tinha no treino eu só fazia medley. Tudo, mas era tudo medley, fazia 25 de ondulação de borboleta que é a mesma do crawl, ondulação de costas, isso 25 metros sem respirar, era direto, nas séries de velocidade. Em tudo com meus irmãos me apoiando me ajudando e fazendo comigo. E passando as semanas e eu na musculação e na natação. Chegou a última semana que eu tinha, parei com a musculação para o corpo relaxar, e eu ia treinar um dia sim um dia não, mas só soltura, mas era medley (risos). Chegando a Ipatinga foi muito bom, estava fazendo o que eu mais gosto, e muitas pessoas torcendo por mim, meus pais, minha família, meus irmãos, e estava no lugar que eu tinha ganhado minhas primeiras medalhas num mineiro”, disse. E se repetiu o que tinha acontecido há uns anos, tinha ficado em terceiro nos 50m livre.

Para esse segundo semestre ainda resta o circuito regional e o Brasileiro de natação. “Minha preparação agora para esse segundo semestre vai ser mais puxada, vou tentar melhorar fazer mais força nos treinos, fazer musculação e sem preguiça, vou tentar fazer coisas diferentes para eu tentar melhorar sempre mais, para chegar ao Campeonato Mineiro e no Brasileiro fazer bonito, nadar bem melhorando os tempos e se Deus quiser trazer medalhas”, declara.

A próxima competição é o regional. O atleta faltou a algumas etapas por conta de outras competições. Já com relação ao campeonato Brasileiro ele ainda está indeciso. “Bem provável que eu esteja lá representando Divinópolis e o Estrela do Oeste Clube, espero trazer boas notícias e espero representar bem a cidade”, garantiu. “Minha preparação vai ser a melhor que eu puder fazer pra eu melhorar tentar mudar algumas coisas e melhorar outras, e com certeza chegar lá e dar tudo de mim”, finalizou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.