quinta-feira, 21 de Janeiro de 2016 11:19h Agência Minas

Mais de 60 gestores participam de oficina do Ministério do Esporte

Evento teve como objetivo capacitar os participantes para a implantação de núcleos de esporte recreativo e de lazer

Nesta quinta-feira (21/1), 65 gestores esportivos de 31 municípios participaram, na Cidade Administrativa, da Caravana de Planejamento de Projetos Técnicos Pedagógicos dos Programas Esporte e Lazer da Cidade, Vida Saudável, PST e Luta pela Cidadania, promovida pelo Ministério do Esporte em parceria com a Secretaria de Estado de Esportes (SEESP).

O evento teve como objetivo capacitar os participantes para a implantação e o desenvolvimento de núcleos de esporte recreativo e de lazer nas cidades. Durante as oficinas, a equipe técnica responsável apresentou os editais recentemente lançados pelo ministério e diretrizes dos programas, além de orientar o planejamento de propostas.

Para Emerson Tavares, representante do município de Varginha, a iniciativa foi bastante válida uma vez que abriu espaço para o esclarecimento de dúvidas. “A caravana foi uma grande oportunidade para buscarmos todas as informações sobre o processo de apresentação das propostas, além de termos à nossa disposição profissionais experientes que nos ensinaram a melhor maneira de utilizar o sistema de inscrição dos projetos”, comentou.

As caravanas percorrerão todas as capitais do Brasil entre os dias 18 e 29 de janeiro. A capacitação dos gestores é feita pelas equipes da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) e por equipes vinculadas às universidades parceiras – UFMG e UFRS, responsáveis pelos processos de formação, acompanhamento e avaliação dos programas sociais.

 

 

Os programas

A Snelis lançou, no dia 29 de dezembro de 2015, os editais de chamamento para formalização de parcerias, tendo como objetos seus programas sociais:

- Programa Esporte e Lazer da Cidade – PELC e Vida Saudável, cujo objetivo é democratizar o acesso ao esporte recreativo e ao lazer a partir da implantação de núcleos de esporte recreativo e de lazer nos municípios brasileiros;

- Programa Segundo Tempo, cujo objetivo é promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, a partir de seis anos, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social;

- Programa Luta pela Cidadania, recentemente lançado por este ministério, com o objetivo de democratizar o acesso às lutas e artes marciais, seguindo os princípios do esporte educacional, tendo como público alvo crianças a partir de seis anos de idade.

O Ministério do Esporte está recebendo propostas em seus editais até o dia 10 de fevereiro e todas as informações podem ser obtidas na Snelis.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.