sexta-feira, 18 de Dezembro de 2015 02:35h Luciano Eurides

Marcel mostra experiência aos 23 anos

O Guarani de Divinópolis aos poucos vai ganhando forma e nomes. Um dos mais experientes, apesar da pouca idade, é o atacante Marcel

Ele é natural de Santa Catarina, fez as categorias de base no Criciúma e mesmo com proposta de voltar ao emergente futebol catarinense, aposta no Campeonato Mineiro como uma grande vitrine.

Marcel Simão Emerin, natural de Turvo (SC), com 1,80m e 77kg. O atacante de apenas 23 anos, mas com experiência internacional, chega com passagens pelo Ituano, Metropolitano, Toledo, Boa Esporte, Guarany de Sobral, Trachones Alimos (Grécia), Lajeadense e Novo Hamburgo.

O jogador fala que é o primeiro Campeonato Mineiro, embora tenha tido um curto período no Boa Esporte (Varginha). “Procurei informações com alguns amigos que trabalham no Guarani e este ano é ainda um Campeonato mais disputado, pelo fato do Tupi e América terem subido, ainda tem o Boa e o Tombense, que estão no Brasileiro; aumenta a responsabilidade e o nível técnico, temos que fazer nosso trabalho e a coisa certa”, disse.

Marcel comentou o motivo de tantos clubes no currículo dele. “Comecei no Criciúma, com 17 anos, passei por alguns clubes, outros nem cheguei a jogar, por conta de documentação, mesmo depois de vir de fora do Brasil, fiquei sete meses fora do país, sendo uma experiência a agregar”, considerou.

O futebol catarinense está em ascensão, tanto quanto o mineiro, mesmo assim, ele preferiu o Guarani. “Tem muitos times de série A e B, até tive propostas de alguns clubes de lá, mas optei em mudar um pouco de ares e fazer um campeonato bom e almejar algo mais”, contou.

Marcel é um atacante que não fica apenas dentro da área e sabe da necessidade de fazer gols. “Sou jogador de velocidade e fico mais pelas beiradas, mas gosto de finalizar também, e pronto para fazer um bom campeonato, até o momento, só tenho a agradecer o suporte que estão nos dando e isso é essencial”, considerou.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.