terça-feira, 11 de Novembro de 2014 04:54h

Marcelo Oliveira trabalhou a cabeça do grupo Cruzeiro

Tirar a final da Copa do Brasil da cabeça do elenco celeste e focar no Brasileirão foi dos desafios do técnico Marcelo Oliveira

Após a difícil vitória por 3 a 1, sobre o Criciúma, nesse domingo, o treinador revelou que fez o possível para deixar o elenco ligado apenas no time de Santa Catarina.
O treinador falou sobre o trabalho feito. “Como ex-atleta, eu sei que vem muito na cabeça isso de decidir uma Copa do Brasil, ainda mais contra o maior rival. Mas eu conversei com eles para tirar essa ansiedade. Fiz o possível para deixar o foco no Campeonato Brasileiro. É possível que algum deles tenha ficado com a decisão de quarta na cabeça, mas isso não tem nada a ver com o gol sofrido. Não prejudicou. Tivemos muitas chances de fazer gols”, analisou o treinador.
Lanterna do Brasileirão, o Criciúma foi adversário difícil de ser superado. Terminou o primeiro com o triunfo parcial de 1 a 0 e o Cruzeiro só conseguiu tranquilidade no jogo após o terceiro, marcado por Willian aos 44 minutos da etapa final. “Eles vieram com uma proposta de marcar muito atrás, como a maioria das equipes fazem aqui no Mineirão. Pegaram muito os nossos laterais, que saem muito. Eles acharam um gol. Um gol hoje, quando futebol tá muito físico e muito tático, tem o poder de modificar a situação”, analisou.
O treinador destacou o jogo ofensivo do time, que criou várias oportunidades para marcar. “Foi uma boa reação, tivemos muitas finalizações e o goleiro dele fez ótimas defesas nos dois tempos. Mas isso valoriza nossa vitória, o espírito de luta. Não dá para ganhar sempre com o brilhantismo, tem que ser às vezes na raça, na vontade e na gana de ser campeão.”
Com a vitória, o Cruzeiro chegou a 67 pontos e manteve a vantagem de cinco sobre o São Paulo, segundo colocado. Marcelo Oliveira explicou que a condição do Cruzeiro não permite poupar jogadores como Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart. “A situação do Cruzeiro é diferente das outras equipes que estão poupando jogadores. Nós somos líderes, temos cinco pontos na frente. Não poderíamos de forma alguma colocar isso em risco. Vamos ficar com um desgaste, um pouco mais do que pretendíamos. Agora, vamos descansar muito, para irmos muito forte para os dois jogos”, disse o treinador.

 

 

Final
Com a liderança do Brasileirão garantida, Marcelo Oliveira foca agora na decisão inédita da Copa do Brasil, contra o Atlético. A primeira partida será amanhã, às 22h, no Independência. O jogo de volta acontece uma semana depois, no Mineirão.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.